PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Kuzma comanda vitória dos Lakers sobre Oklahoma City Thunder na prorrogação

18/01/2019 05h54

Redação Central, 17 jan (EFE).- Ainda sem LeBron James, que se recupera de uma lesão na virilha esquerda, coube a Kyle Kuzma comandar o Los Angeles Lakers na importante vitória sobre o Oklahoma City Thunder, na noite de quinta-feira, na Chesapeake Energy Arena, por 138 a 128, decidida na prorrogação.

O ala-pivô liderou o ataque dos Lakers na segunda vitória consecutiva da equipe. Ele marcou 32 pontos durante os 36 minutos em que esteve em quadra. Outro destaque ofensivo foi o pivô reserva Ivica Zubac, que estabeleceu sua melhor marca como profissional, com um duplo-duplo de 26 pontos e 12 rebotes.

O armador Lonzo Ball foi outro que realizou um excelente trabalho, também conseguindo um duplo-duplo com 18 pontos e dez assistências.

Já no Thunder, que sofreu sua segunda derrota seguida, o ala Paul George liderou o ataque com 27 pontos, enquanto que o armador Russell Westbrook esteve perto de mais triplo-duplo na carreira, fazendo 26 pontos, 13 assistências e nove rebotes.

O Toronto Raptors se recuperou da derrota sofrida na quarta-feira para o Boston Celtics e venceu o Phoenix Suns, na Scotiabank Arena, pelo placar de 111 a 109.

O herói do triunfo foi Pascal Siakam, que marcou o ponto decisivo antes do término do tempo regulamentar. O ala-pivô conseguiu um duplo-duplo de dez pontos e 12 rebotes. Já Serge Ibaka liderou o ataque dos Raptors com 22 pontos.

Pelo lado dos Suns, os destaques foram Devin Booker, cestinha com 30 pontos, e Deandre Ayton, com um duplo-duplo de 15 pontos e 17 rebotes.

Jamal Murray marcou 25 pontos, incluindo 22 somente no terceiro período, ajudando ao Denver Nuggets derrotar o Chicago Bulls, no Pepsi Center, por 135 a 105.

Ao lado de Murray, outro destaque dos Nuggets foi Nikola Jokic, que ficou perto do triplo-duplo com 18 pontos, 11 assistências e oito rebotes.

Nos Bulls, o cestinha foi Lauri Markkanen, que também fez um duplo-duplo de 27 pontos e dez rebotes. O pivô brasileiro Cristiano Felício atuou por cinco minutos, marcando dois pontos. EFE

Esporte