PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Por G-20, Buenos Aires pede mudança de data de final River x Boca

Gonzalo "Pity" Martinez comemora gol que classificou o River Plate para a final da Copa Libertadores - Andre Penner/AP
Gonzalo "Pity" Martinez comemora gol que classificou o River Plate para a final da Copa Libertadores
Imagem: Andre Penner/AP

31/10/2018 16h51Atualizada em 31/10/2018 23h58

O diretor de segurança em espetáculos futebolísticos, organização dependente do Governo local de Buenos Aires, Guillermo Madero, revelou nesta quarta-feira (31) que será pedida à Conmebol a alteração da data da partida de volta da final de Copa Libertadores entre River Plate e Boca Juniors.

Leia mais
Nada de Palmeiras: torcida do Boca faz festa em SP e só pensa no River
Finalista, Pratto comemora e fala de possível jogo com Boca: "Vai ser f...'
Grêmio vai à Conmebol pedir pontos e vaga na final após 'caso Gallardo'

O River se classificou para decisão nesta terça ao vencer o Grêmio por 2 a 1 em Porto Alegre, e o Boca também é finalista depois de empate por 2 a 2 com o Palmeiras, no Allianz Parque, depois de ter levado a melhor na ida, em La Bombonera, por 2 a 0.

O segundo jogo da final da Libertadores está marcado para o dia 28 de novembro no Monumental de Nuñez, casa do River, dois dias antes do começo da cúpula do G-20, a ser realizada a poucos quilômetros do estádio e que requer um forte esquema de segurança.

"Vamos pedir para adiar a partida de volta, no campo do River. Nesse dia, estaremos por conta do G-20", disse Madero, em entrevista à emissora local Rádio Rivadavia.

Além disso, o diretor de segurança disse que os clássicos terão que ser disputados sem torcida visitante para evitar enfrentamentos entre xeneizes e millonarios.

Esporte