PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Técnico deixa seleção boliviana para assumir Universidad do Chile

23/12/2016 15h14

La Paz, 23 dez (EFE).- O técnico argentino Ángel Guillermo Royos deixou a seleção da Bolívia para assumir o comando do Universidad do Chile, segundo informações confirmadas nesta sexta-feira por uma fonte da Federação Boliviana de Futebol (FBF) à Agência Efe.

Segundo a fonte, a saída de Royos já está selada e foi comunicada pelo treinador ao vice-presidente da FBF, Marco Peredo, na noite desta quinta.

Hoyos tinha contrato para continuar à frente de 'La Verde' até o fim das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, em outubro de 2017, mas o acordo poderia ser revisto neste mês sem que nenhuma das partes tivesse de pagar pela multa rescisória.

O argentino assumiu o cargo em agosto, após os resultados ruins de Julio César Baldivieso, principalmente na Copa América, em que a equipe foi eliminada com três derrotas. Ele havia criado um projeto de longo prazo que envolvia as categorias de base e inclusive vinha trabalhando com o time sub-20, que disputará o Sul-Americano da categoria em janeiro.

Hoyos comandou a Bolívia em seis partidas, todas pela classificatória para o Mundial da Rússia, tendo obtido duas vitórias, dois empates e duas derrotas. Porém, um dos triunfos e um dos empates foram anulados pela Fifa devido à escalação irregular do zagueiro Nelson Cabrera.

A fonte consultada pela Efe apontou motivos econômicos para a saída de Hoyos, que assinará por um ano com 'La U', sétima colocado do último Torneio Apertura.

Esporte