PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Presidente do Bellator enaltece Fedor por vitória na Rússia: "O tempo parou para ele"

Ag. Fight

Ag. Fight

24/10/2021 11h47

Fedor Emelianenko fez o que mais sabe no MMA, ou seja, venceu. No último sábado (23), a lenda do esporte protagonizou o Bellator 269, evento realizado em Moscou e primeiro da organização na Rússia, e nocauteou Tim Jonhson de forma brutal e rápida. Dessa forma, parte dos fãs, demais atletas e membros da imprensa se rendeu ao veterano e Scott Coker, líder da companhia, também o enalteceu pela atuação em seu país natal.

Na coletiva de imprensa pós-Bellator 269, o cartola classificou a performance de Fedor, na Rússia, como especial e sinalizou que o fato de atuar em casa lhe deu ainda mais motivação para brindar seus fãs locais e ao redor do mundo com um show. Vale lembrar que, mesmo com 45 anos, o ex-campeão do PRIDE FC ignorou a desvantagem física, já que era menor e mais velho do que Johnson, e nocauteou em menos de dois minutos.

Coker destacou que a idade é apenas um número para o russo, já que ainda exibe sua técnica e se apresenta em boa condição física. De acordo com o promotor, a atuação de Fedor foi histórica e ficará marcada para sempre. Veterano no MMA, o líder do Bellator confessou que poucas vezes presenciou um episódio tão especial. Tanto que revelou que Khabib Nurmagomedov, entre outras figuras importantes do esporte ficaram impressionadas com a performance de 'The Last Emperor'.

"Foi realmente especial. Estou no circuito de luta há muito tempo e para Fedor realmente entregar uma atuação como essa em sua cidade natal, na frente de todos os fãs, foi muito divertido de assistir. Foi uma noite muito especial e, como eu disse, sendo promotor por tanto tempo, algumas vezes os momentos se eternizam e realmente essa noite foi um desses momentos. Fiquei impressionado por ele fazer isso aos 45 anos. Fedor jogou combinações em Johnson que eu não via há algum tempo. Acho que a pressão dele estar em casa o ajudou muito. Quando o vi, ele parecia tão concentrado e acho que tinha muito em jogo para ele", elogiou o cartola, antes de completar.

"Ele está aqui e tem orgulho de estar aqui, com todo seu povo. Foi uma noite incrível, inacreditável. Não consigo me lembrar da última vez que Johnson foi nocauteado ou se já foi nocauteado desse jeito. Fedor jogou algumas combinações em Johnson e fiquei impressionado com a velocidade da mão dele. Ainda está lá. Ele provou isso. Ele provou para mim que ainda é o melhor de todos os tempos. Eu estava sentado com Javier Mendez e Khabib e estávamos conversando sobre como Fedor parecia inacreditável aos 45 anos, como ainda consegue fazer isso. É como se o tempo tivesse parado para ele", enalteceu Coker.

Apesar da vitória e da boa atuação na Rússia, Fedor acena para a aposentadoria e possui apenas mais uma luta em seu contrato com o Bellator. Antes de enfrentar Johnson, parte da imprensa especulava que a lenda do MMA poderia encerrar a carreira, imediatamente, após o duelo. Contudo, isso não aconteceu. Coker revelou que ainda não conversou com 'The Last Emperor' sobre seu futuro no esporte, mas informou que, por ele, o veterano volta à ação o quanto antes, pois o classifica como um dos melhores lutadores, mesmo aos 45 anos.

"Ainda não falei com Fedor sobre isso. Só quero curtir esse momento e acho que ele só quer curtir esse momento. Podemos marcar mais uma luta para ele. Eu o conheço. Ele parecia muito bem e venceu um dos melhores competidores, mas deixem ele aproveitar a vitória, saborear realmente isso. Vamos falar com ele, talvez em um mês. Acho que o próximo evento que teremos, provavelmente, iremos agendá-lo no início do próximo ano. É quando Fedor lutará novamente", concluiu.

Esporte