PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ex-campeã do UFC, Holly Holm projeta duelo contra Amanda Nunes

Holly Holm espera que Ronda Rousey vença a brasileira Amanda Nunes - Justin Edmonds/Getty Images/AFP
Holly Holm espera que Ronda Rousey vença a brasileira Amanda Nunes Imagem: Justin Edmonds/Getty Images/AFP

Ag. Fight

23/01/2019 06h00

Talvez focada em evitar constantes mudanças de seu peso corporal, a ex-campeã peso-galo (61 kg) do UFC Holly Holm parece disposta a voltar a seguir caminho na divisão em que se consagrou em 2015. Prova disso é que ela projetou enfrentar Amanda Nunes nesta categoria e deixou de lado a possibilidade de realizar o confronto entre os penas (66 kg), onde tanto ela como a brasileira realizaram seus últimos duelos.

Com disputa marcada para entre os galos no dia 2 de março, contra Aspen Ladd, em Las Vegas (EUA), a atual segunda colocada no ranking pode estar a uma vitória de se tornar a principal desafiante ao título. Provavelmente em função disto, Holm apontou, em entrevista ao site 'MMA Fighting', que deverá se manter nessa divisão "por um tempo", apesar de deixar em aberto a possibilidade de migrar novamente para os penas no futuro.

"Acho que o peso-galo é onde, provavelmente, iríamos lutar. (...) Ninguém sabe realmente o que vai acontecer no futuro, mas eu, definitivamente, acho que lutaríamos no peso-galo. Eu quero ir para os galos por um tempo, mas isso não significa que estou tão focada apenas nisso que não estaria aberta a outras oportunidades nos penas. Eu estou apenas aceitando cada luta conforme elas aparecem. Aspen Ladd está nos galos, então é para onde estou indo", explicou a ex-campeã dos galos.

Em 2015, Holm chocou a maior parte dos fãs de MMA ao nocautear a - até então - campeã invicta Ronda Rousey. Porém, o reinado dela nos galos não durou muito tempo, uma vez que ela acabou superada em sua primeira defesa de cinturão, o que deu início à uma fase inconstante no octógono. Deste modo, a americana optou por migrar para os penas, onde chegou a disputar, sem sucesso, o cinturão contra Cris 'Cyborg'.

Por sua vez, Amanda vem embalada por seguidas conquistas. Na última delas, a 'Leoa' superou a temida Cris 'Cyborg' no último dia 29 de dezembro e conquistou o cinturão dos penas. Na sequência, a organização do UFC retirou a divisão do seu site oficial, deixando em aberto o futuro da categoria. Aos 37 anos, Holly Holm venceu a sua última luta no Ultimate, contra Megan Anderson, por decisão unânime. Tal resultado fez com que a americana alcançasse a marca de 12 triunfos no cartel profissional no MMA, que também conta com quatro derrotas.

Esporte