PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Thiago 'Marreta' analisa como será processo de mudança de categoria no UFC

Felipe Castello Branco e Marcel Alcântara, em São Paulo (SP)

Ag. Fight

20/09/2018 14h49

Com uma possível mudança de categoria em mente, Thiago 'Marreta' estrearia na divisão dos meio-pesados (93 kg) do UFC no duelo contra Jimi Manuwa, no próximo sábado (22), em São Paulo. Porém, uma lesão de última hora tirou 'Poster Boy' do combate e Eryk Anders foi chamado às pressas para substituí-lo. Deste modo, não será desta vez que o peso-médio (84 kg) brasileiro saberá como é lutar com um atleta da categoria de cima.

Apesar de o combate na capital paulista ser realizado na divisão dos meio-pesados, o novo oponente de 'Marreta' é originalmente da mesma categoria que ele, a dos médios. Portanto, Thiago terá que aguardar uma novaoportunidade para se testar contra rivais mais pesados. Desta forma, em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, o lutador destacou que ainda não definiu o seu futuro, mas ressaltou que a dificuldade de cortar o peso, algo que afeta, inclusive, a sua saúde, poderá servir como um motivador para a migração.

"A gente ainda não decidiu se vai permanecer nos meio-pesados ou voltar para os médios. Por enquanto, vou ficar alternando nas duas, mas a gente vai decidir em breve qual caminho traçar e seguir rumo ao cinturão. Ainda quero fazer mais uma luta esse ano. Depois da próxima luta a gente vai sentar e ver o que vai fazer", destacou.

"Quando decidi ir para os meio-pesados eu queria me experimentar, pois tenho tido muita dificuldade de bater os 84 kg. Então foi pensando na minha saúde e eu queria me testar. Mas independentemente de vitória ou derrota o que vai contar para mim mesmo será a minha performance, como irei me comportar nos 93 kg", completou

Além disso, o brasileiro também ressaltou que não tem a necessidade de reduzir tanto o peso, o que o ajuda a mantê-lo mais forte durante o período final de treinamento. Outro aspecto observado por 'Marreta' foi o de que, ao não passar por tanta restrição alimentar, o seu humor se mantém estável, algo que se traduz em maior disposição e saúde no dia-a-dia.

"Consegui fazer meu camp até a última semana treinando bem, coisa que não faço quando luto nos 84 kg, pois fico bem debilitado. Geralmente tenho que baixar 16 kg para 84 kg. Dessa vez tive que baixar 6 ou 7 kg. A semana aqui está sendo bem tranquila, me alimentando bem, o humor está bom... Então está sendo bem saudável. A dieta muito restrita me deixa muito debilitado, então não tem como ficar bem nessas condições"

Aos 34 anos, 'Marreta' acumulou, até então, 18 vitórias e seis derrotas na carreira profissional como atleta de MMA. O carioca possui dez triunfos nos 15 combates que realizou no UFC. Este ano ele ganhou duas das três lutas que realizou na organização, mas quer encerrar 2018 com um retrospecto de cinco duelos no Ultimate.

Esporte