PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Tunísia surpreende Nigéria nas oitavas da CAN; Burkina Faso elimina Gabão nos pênaltis

23/01/2022 18h25

Limbe, Camarões, 23 Jan 2022 (AFP) - A Nigéria, uma das favoritas ao título e que vinha de uma campanha 100% em seu grupo, foi eliminada nas oitavas de final da Copa Africana das Nações (CAN) ao perder por 1 a 0 para a Tunísia, neste domingo, em Garoua.

Os tunisianos vão enfrentar Burkina Faso, que mais cedo se tornou a primeira seleção a avançar para as quartas-de-final ao vencer o Gabão nos pênaltis (7-6 após empate em 1 a 1), em Limbé.

A Tunísia chegou ao confronto como zebra depois de perder dois jogos na primeira fase e tendo se classificado apenas como um dos melhores terceiros colocados.

No entanto, um gol de Youssef Msakni aos 47 minutos garantiu a vaga entre os oito melhores do continente.

No início do segundo tempo, a Nigéria ainda sofreu com a expulsão de um de seus jogadores Alex Iwobi (no minuto 66), que havia acabado de entrar em campo para substituir Kelechi Iheanacho.

- Burkina Faso avança nos pênaltis -Burkina Faso se classificou em um jogo mais dramático.

Bertrand Traoré, aos 28 minutos, abriu o placar para os burkinenses antes do Gabão empatar nos acréscimos, graças a um gol contra de Adama Guira (90+1).

Nos pênaltis, Ismahila Ouedraogo converteu a cobrança decisiva, a décima oitava da disputa.

Traoré havia perdido um pênalti no tempo regulamentar, aos 18 minutos.

O Gabão jogou com um homem a menos desde o minuto 67 devido à expulsão de Sidney Obissa.

É a quarta vez que Burkina Faso se classifica para as quartas de final da CAN.

"Foi um jogo louco, não foi fácil controlar nossas emoções. Tivemos chances de matar o duelo antes, mas assim é o futebol. Poderia ter caído para qualquer lado, mas estamos muito satisfeitos com o resultado", disse o treinador de Burkina Faso, Kamou Malo.

O Gabão conclui assim um torneio em que foi afetado pelas infecções por covid-19 e pelos desfalques de suas duas estrelas, Pierre-Emerick Aubameyang e Mario Lemina, que testaram positivo antes do primeiro jogo e que voltaram na semana passada a seus clubes, Arsenal e Nice, respectivamente.

bur-eba-as/dif/dr/mcd/aam

Esporte