PUBLICIDADE
Topo

Tênis

Nadal revela cirurgia no tornozelo e anuncia que não joga mais em 2018

Rafael Nadal concede entrevista coletiva durante o Masters 1000 de Paris - Anne-Christine POUJOULAT / AFP
Rafael Nadal concede entrevista coletiva durante o Masters 1000 de Paris Imagem: Anne-Christine POUJOULAT / AFP

Do UOL, em São Paulo (SP)

05/11/2018 13h56

As dores abdominais que forçaram Rafael Nadal a abandonar o Masters 1000 de Paris e um problema no tornozelo, que forçará uma cirurgia no local, irão encerrar mais cedo a temporada do espanhol no circuito espanhol. Nesta segunda-feira (5), o tenista usou as redes sociais para anunciar que não jogará mais em 2018.

Desta forma, Nadal será desfalque no ATP Finals, torneio que reúne os oito melhores tenistas do ano em Londres, na Inglaterra, a partir de 11 de novembro. O argentino Juan Martin Del Potro, com uma lesão no joelho, é outra ausência confirmada no evento.

"Foi um ano complicado, muito bom em termos de nível de tênis quando pude jogar, mas por outro lado muito ruim por conta de lesões", escreveu o espanhol em seu perfil no Twitter. "Fiz todo o possível para chegar ao fim da temporada em boas condições, tanto em Paris quanto em Londres, fazendo as coisas bem, estava com vontade de jogar."

Nas postagens, Nadal também comentou sobre a cirurgia no joelho. "Infelizmente, tive o problema abdominal em Paris na semana passada e, além disso, tenho um corpo livre na articulação do tornozelo, que terá de ser removido na sala de cirurgia hoje. Já havíamos detectado o problema havia algum tempo, e de vez em quando ele me incomodava", contou.

"Como o problema no músculo abdominal já me impediria de jogar em Londres, aproveitamos o momento para remover o corpo livre e evitar futuros problemas. Desta forma, espero estar em boas condições para a próxima temporada", completou Nadal.

Com a desistência em Paris, Rafael Nadal perdeu o posto de líder do ranking mundial de tênis para o sérvio Novak Djokovic, derrotado pelo russo Karen Khachanov na final do Masters 1000 francês, no último domingo.

O espanhol de 32 anos fecha 2018 com 45 vitórias e apenas quatro derrotas, além de cinco títulos, entre eles Roland Garros - a 11ª conquista de Nadal no Grand Slam francês.

Tênis