PUBLICIDADE
Topo

Tênis

Federer sofre, mas supera 70º do mundo em cinco sets em estreia no US Open

Roger Federer estreou com vitória difícil no Grand Slam norte-americano - Jewel Samad/AFP
Roger Federer estreou com vitória difícil no Grand Slam norte-americano Imagem: Jewel Samad/AFP

Fernando Narazaki*

Do UOL, em Nova York

30/08/2017 00h52Atualizada em 30/08/2017 07h20

Quem esperava uma partida tranquila de Roger Federer contra o norte-americano Frances Tiafoe, número 70 do ranking da ATP, se enganou. Na madrugada desta quarta-feira (30), o suíço precisou jogar cinco sets para avançar à segunda rodada do US Open: venceu por 3 a 2, com parciais de 4/6, 6/2, 6/1, 1/6 e 6/4.

Federer começou inseguro no serviço e viu Tiafoe abrir vantagem no primeiro set, que ficou com o norte-americano de 19 anos. O suíço, favorito ao título ao lado de Rafael Nadal, reagiu nos dois sets seguintes, conseguiu se soltar em quadra e venceu com facilidade.

Mas o quarto set mostrou que Tiafoe ainda estava longe de desistir. Com um jogo sólido de fundo de quadra, o azarão complicou a vida do favorito, chamou o público para si e conseguiu levar o jogo para o quinto set.

Na parcial decisiva, porém, melhor para Federer. O ex-número 1 do mundo se concentrou, sacou bem e dominou a maior parte do quinto set. Ainda teve o serviço quebrado quando falhou em converter um match point em 5/3, mas reagiu no game seguinte: aproveitou erros não forçados de Tiafoe, devolveu a quebra e fechou o jogo.

O adversário de Federer na segunda rodada sairá do duelo entre o russo Mikhail Youzhny e o esloveno Blaz Kavcic.

Torcida contra ou a favor?

Querido pela torcida local, Federer foi ovacionado na entrada da quadra, enquanto o tenista da casa recebeu poucos aplausos. No quarto set, a torcida chegou a apoiar Tiafoe, que vibrava a cada ponto. Porém no quinto set a situação voltou a mudar e os torcedores gritavam a cada ponto de Federer, que acabou levando a preferência mesmo enfrentando uma revelação da casa. Após vencer o jogo, o suíço elogiou a torcida. "Foi uma noite muito especial", disse.

Nem a chuva esvazia a quadra

A chuva que caiu insistemente e cancelou 55 partidas nesta terça-feira não afastou o torcedor, que já formava filas para acompanhar os jogos da noite mesmo uma hora antes de seu início, programado para as 20h (horário de Brasília, 19h no horário local). Entre eles estavam brasileiros com as camisas de Grêmio, Flamengo e da seleção brasileira. Os jogos na quadra Arthur Ashe só foram realizados, pois o local tem teto retrátil.

Famosos na tribuna

Além de anônimos, o jogo de Federer teve a presença do ator Sean Connery, que acenou para o público assim que foi mostrado no telão, enquanto o DJ responsável pelo som na quadra colocava a trilha sonora dos filmes de James Bond, personagem vivido pelo ator. Antes de Federer, o jogo entre Madison Keys e Elise Mertens foi assistido por Victoria Beckham, mulher do ex-jogador Beckham e ex-integrante do grupo Spice Girls.

Concorrência pesada na vizinhança

Os torcedores que foram assistir aos jogos em Flushing Meadows dividiram o metrô com fãs da cantora Lady Gaga, que se apresentou no mesmo horário da partida de Federer. Ela realizou o segundo e último show da turnê em Nova York no estádio Citi Field, do New York Mets (time de beisebol), que fica a pouco metros do complexo de tênis.

* O jornalista viajou a convite da ESPN

Tênis