Topo

Esporte


Ídolo da Bulgária, Stoichkov chora ao falar de racismo contra a Inglaterra

Hristo Stoichkov se emocionou ao falar do episódio de racismo em Bulgária x Inglaterra - Reprodução
Hristo Stoichkov se emocionou ao falar do episódio de racismo em Bulgária x Inglaterra Imagem: Reprodução

Hristo Stoichkov, ex-Barcelona e um dos maiores jogadores da história da Bulgária, chorou ao comentar os insultos racistas e os gestos nazistas feitos pelos torcedores búlgaros durante a partida da seleção com a Inglaterra, pelas eliminatórias da Eurocopa, na última segunda-feira.

"Esses torcedores deveriam ser proibidos de voltarem ao estádio. Podem também como na Inglaterra, ou seja, cinco anos sem terem autorização para entrarem em um jogo. As pessoas não merecem sofrer", afirmou em um programa de TV na 'Tudn'.

A torcida búlgara direcionou os insultos aos jogadores negros da equipe inglesa. Sterling, Rashford e Wings foram os mais perseguidos. O jogo foi interrompido duas vezes, com o capitão Harry Kane comunicando os insultos ao árbitro da partida e o treinador Gareth Southgate falando com o delegado do jogo.

Após a partida, Sterling, que já foi vítima de racismo na Inglaterra e uma voz atuante contra o preconceito racial, ressaltou que "sente pena pela Bulgária por ser representada por tais idiotas em seu estádio".

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado nesta nota anteriormente, o jornalista Luciano Passirani foi demitido, e não Fabio Ravezzani. A informação foi corrigida.
ESPN, Ei PLus e Fox Sports

Assista aos jogos e programas de ESPN, EI Plus e Fox Sports sem TV a cabo.

Esporte