PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Quaresma marca de trivela, América bate o Americano e fatura a Série B1

29/09/2018 15h07

Preliminar? Que nada! Muito antes da partida entre Fluminense e Grêmio começar, a bola já havia rolado para outro clássico importante no Nilton Santos. Já classificados para a seletiva do Campeonato Carioca, faltava decidir quem seria o grande campeão da Série B1. O América enfrentou o Americano neste sábado e ficou com o título estadual após vencer por 1 a 0, com gol de trivela de Quaresma - lembrando o craque português.

Espetacular, Luiz Henrique!

Com mais posse de bola, o América iniciou a partida melhor e pressionou. Apostando na velocidade dos seus pontas, chegou bem nas jogadas de linha de fundo. A melhor chance no primeiro tempo veio com Daniel, que parou no goleiro Luiz Henrique após uma bela cabeçada. Na sequência, um milagre: o goleiro americano, mesmo caído, defendeu o rebote do centroavante.

Quase, Maradona...

A resposta do Americano veio no contra-ataque. Aproveitando um erro bobo da defesa do América, onde o zagueiro Bruno Santos escorregou tendo a posse da bola, Rafinha arrancou da intermediária e serviu a Claudio Maradona. O camisa 9, de frente para o gol, bateu colocado e viu Rafael fazer uma grande defesa.

Golaço para abrir o placar

O retorno para o segundo tempo não foi diferente para o América, que seguia pressionando e tendo as melhores chances. Parecia questão de tempo para abrir o placar e veio com um golaço. Quaresma, lembrando o famoso português que disputou a Copa do Mundo, chutou com efeito da entrada da área e acertou o ângulo do goleiro Luiz Henrique.

Rafael salva após pressão do Americano

Precisando do resultado, o Americano se lançou ao ataque após realizar as três substituições. Foi um bombardeio nos minutos finais da partida: bolas na área, chutes de fora e lançamentos. Destaque para o goleiro Rafael, ex-Fluminense, que apareceu bem para fazer as defesas e impedir o empate.

Inacreditável, América...

?Na última grande chance da partida, o América teve tudo para marcar o segundo e decidir a partida. Daniel arrancou pela direita livre de marcação e, no dois contra um, rolou para Araruama - livre e com gol aberto - só ter o trabalho de empurrar. No entanto, o meio-campista isolou o que seria o tento para garantir o título. Sorte que o placar não foi alterado depois.

Esporte