PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Bate pro gol! Fórmula 'secreta' pode ser solução no ataque do Corinthians

27/10/2017 07h00

O Corinthians é o segundo time que menos arrisca finalizações de fora da área no Brasileirão, mas está disposto a mudar estes números na reta final da competição em que é favorito ao título após 30 rodadas. A decisão de chutar mais ao gol adversário tem sido colocada em prática ao longo dos treinos desta semana, especialmente pelos pés de Maycon e Rodriguinho, e deve ser uma receita utilizada a partir deste domingo, contra a Ponte Preta.

Arriscar de fora da área não faz parte do modelo de jogo idealizado pelo técnico Fábio Carille desde a formação do elenco. Como o LANCE! noticiou em julho, o Timão se propunha a ser um time de finalizações "táticas", que privilegiava a circulação de bola para criar chances reais de gol e só concluía as jogadas quando tinha boas condições de marcar. A seca do ataque no segundo turno e a má fase técnica de jogadores criativos, entretanto, inverteram as prioridades, e a solução pode vir de longe. Longe do gol, claro.

Até aqui, no Brasileirão, o Corinthians finalizou uma média de 4,6 bolas longas em direção ao gol adversário, mas apenas 1,2 foram na direção certa. De acordo com dados do Footstats, é o segundo time que menos arrisca de fora e o sexto que menos marcou assim - foram apenas três gols de fora da área, contra 34 dentro (sendo cinco de cabeça) e outros três em pênaltis.

Em 11 partidas do segundo turno foram marcados apenas oito gols (quatro de Clayson e quatro de Jô), contra 32 gols marcados em 19 partidas na primeira metade do Brasileirão. A queda brusca no número de redes balançadas derrubou também o aproveitamento do Corinthians, que agora tem apenas seis pontos a mais que Palmeiras e Santos - a vantagem para o vice-líder, que já chegou a dez pontos, tem evaporado nas rodadas finais do Brasileiro.

Com o trabalho em xeque, Carille busca soluções, e uma delas pode vir justamente com mais chutes de fora da área. No treino de quinta-feira, o treinador orientou os jogadores de meio-campo a finalizarem quando estiverem de frente para o gol e viu tendências positivas. Maycon chutou duas bolas que deram trabalho para Walter e Rodriguinho chutou uma rente à trave. Ainda haverá mais duas sessões de treino antes da partida de domingo, às 17h, contra a Ponte Preta, pela 31ª rodada do Brasileirão.

Esporte