Topo

Neymar chora ao falar sobre dificuldades e cita orgulho em defender seleção

Danilo Lavieri e Gabriel Carneiro

Do UOL, no Rio de Janeiro

17/06/2021 23h10

Classificação e Jogos

Neymar se emocionou após a vitória por 4 a 0 do Brasil contra o Peru, na noite de hoje, pela Copa América. Autor de um gol na goleada, o camisa 10 chorou em desabafo em entrevista após a partida.

O atacante disse que passou coisas "complicadas" nos últimos anos e citou orgulho em defender a seleção. Ele agora tem 68 gols com a camisa verde e amarela e está a nove de igualar Pelé como o maior da história do país defendendo a seleção.

"Eu passei muitas coisas nesses últimos dois anos que foram complicadas. Os números não são nada pela felicidade que eu tenho de jogar pelo Brasil. Hoje estamos em um momento difícil no mundo, e ser o espelho de alguém, a alegria de alguém é uma felicidade enorme", disse Neymar.

O craque não especificou quais eram os obstáculos, mas nos últimos dois anos, o jogador sofreu com lesões, perdeu a Copa América de 2019 por uma delas e respondeu até a acusações com problemas sérios no extracampo. Na primeira delas, foi acusado de estupro e acabou inocentado também em 2019, pouco antes da abertura da competição. Agora, viu seu nome envolvido em denúncia de um eventual caso de assédio sexual, que teria feito a Nike desistir de renovar o contrato com ele, em investigação que também não foi concluída.

Neymar também foi um dos líderes no movimento interno da CBF na briga com Rogério Caboclo por conta da Copa América desta temporada ter vindo parar no Brasil. Como mostrou o UOL Esporte, ele se envolve cada vez mais em questões extracampo e impressiona a comissão por estar com ótimo psicológico e excelente estado físico.

"Realmente a história que estou construindo aqui quero que minha família, meus amigos estejam orgulhosos. Esses números não são nada para mim ao que é vestir a camisa da seleção brasileira. Chegamos sem saber o que estava acontecendo, sem saber se teria Copa América. Respeitamos a hierarquia, nunca vamos dizer não à seleção. Jamais vou dizer não ao país. Acho que discordar, ter opinião diferente dos demais, há um respeito pelo outro... Tínhamos nossa opinião e expressamos. Estamos aqui jogando. Foi complicado, difícil", completou.

O Brasil chegou à segunda vitória seguida na Copa América. Mesmo com seis mudanças em relação ao jogo anterior, o time de Tite dominou a seleção do Peru e venceu com gols de Alex Sandro, Neymar, Everton Ribeiro e Richarlison.

Como o grupo é formado por cinco times, o Brasil folga na próxima rodada e só volta a jogar no dia 23, de novo no estádio Nilton Santos, contra a Colômbia. Será justamente o próximo adversário da seleção peruana neste domingo, em Goiânia.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Neymar chora ao falar sobre dificuldades e cita orgulho em defender seleção - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

Esporte