Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


R10 é ameaçado de processo por governo da Indonésia após faltar a eventos

Francisco Seco/AP
Imagem: Francisco Seco/AP
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo e no Rio de Janeiro

28/08/2019 04h00

Sem poder deixar o Brasil após ter seu passaporte retido pela Justiça, Ronaldinho Gaúcho corre risco de ser processado pelo governo da Indonésia por não comparecer a eventos comerciais. A De Primeira teve acesso a uma carta enviada por uma empresa inglesa parceira do ex-jogador no último dia 15 de agosto. No documento, a companhia, chamada "RightAgent4you" cobra Ronaldinho e seu irmão, Assis, por uma ausência em um evento na Indonésia há mais de cinco meses, e avisa: o brasileiro tem até o próximo dia 29 de agosto para confirmar presença no pais asiático em uma data em outubro, ou será processado pelo governo local com quem foi estabelecido o compromisso.

Ronaldinho e seu irmão apresentaram essa carta ao Supremo Tribunal Federal (STF) anteontem, em uma tentativa de obter de volta seus passaportes. Na petição, argumentam que a atividade profissional do ex-melhor jogador do mundo gira em torno de aparições e eventos com patrocinadores ao redor do mundo, e que ele está sendo impedido de trabalhar. Pedem uma resposta antes do dia 29. A RightAgent4u está cadastrada no site da Fifa como uma "match agent' - intermediária autorizada a organizar partidas entre clubes ou seleções de confederações diferentes. (Por Pedro Lopes)

UOL de Primeira