PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Felipão diz a cruzeirenses: "Vocês vão lá domingo. Esperem sentadinhos"

Do UOL, em São Paulo

27/09/2018 01h52

O técnico Luiz Felipe Scolari, do Palmeiras, provocou jogadores do Cruzeiro após o empate por 1 a 1 que eliminou o time alviverde da Copa do Brasil e terminou em confusão, nesta quarta-feira (26). Na zona mista do Mineirão, o treinador gritou para os rivais: "Vocês vão lá domingo. Esperem sentadinhos".

A frase é uma referência ao jogo entre os dois times no domingo (30), no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro. As equipes vão se reencontrar apenas quatro dias do duelo quente que classificou o Cruzeiro para a decisão da Copa do Brasil.

O jogo no Mineirão terminou com confusão generalizada, agressões dos dois lados e três atletas expulsos: Sassá, do Cruzeiro, e Diogo Barbosa e Mayke, do Palmeiras. Em sua entrevista coletiva, Felipão falou sobre a briga e defendeu seus jogadores.

"Não quero entrar no mérito de nada, só quero que coloquem as imagens de quem levou um soco por trás, do lado. E quando a bola estava no ar, o que o jogador do Cruzeiro fez com o Felipe Melo", disse Scolari, referindo-se a um soco de Sassá em Mayke, que causou a expulsão do cruzeirense, e uma trombada forte de Léo em Felipe Melo após o apito final.

"O Felipe não revidou, não fez nada, foi agredido e não revidou. Em determinadas situações, espero que a imprensa não eleja sempre um vilão. Tem outros vilões, que não aparecem. Fez, assume o erro. O Cruzeiro ganhou e classificou, mas nós denunciamos esse tipo de coisa. Olhem bem quem agrediu o Mayke", completou.

O técnico palmeirense também afirmou que espera que as animosidades não atrapalhem o jogo de domingo. "Tomara, rezo e peço por favor, que fique tudo acabado aqui. Que seja um jogo de futebol normal, que os jogadores se comportem. Ganhou o Cruzeiro, se classificou, nós temos outras competições, vamos atrás de melhorar o que temos que melhorar e pronto".

Esporte