PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Corintianos rebatem críticos com ida à final: "Ninguém aqui é moleque"

Do UOL, em São Paulo

27/09/2018 00h03

A classificação à final da Copa do Brasil parece tirar um peso das costas dos corintianos. Nesta quarta-feira (26), o time alvinegro venceu o Flamengo por 2 a 1 em Itaquera e garantiu sua vaga na decisão do mata-mata nacional. O discurso na saída do gramado foi em tom de desabafo.

“Houve muitas críticas, muita gente falando que o Flamengo ganharia de dois ou três a zero, e isso mexe um pouco com o brio”, fala o meia Jadson. “Todo o mundo aqui é trabalhador, ninguém é moleque. Mostramos hoje que não tem esse negócio de elenco ou não, é dentro de campo que se resolvem as coisas”, completou, referindo-se à discussão sobre qual dos clubes teria ‘mais elenco’.

Herói da classificação, o garoto Pedrinho saiu do banco de reservas para fazer o segundo gol alvinegro em sua primeira bola. Nas palavras do ponta, o mesmo tom usado por Jadson. “O que esse grupo sofreu não é normal, mas sabemos da nossa capacidade, então tínhamos que mostrar em campo a força que sabemos que temos. Este grupo é fantástico e vai conquistar coisas grandes ainda”, diz ele.

O Corinthians saiu na frente do Flamengo logo aos 14 minutos, com gol de Danilo Avelar após ótimo passe de Jadson. Mas a vantagem durou bem pouco, porque os visitantes chegaram ao empate com gol contra de Henrique, que tentava cortar passe de Pará. A decisão ficou nervosa durante todo o segundo tempo, mas o time do Parque São Jorge conseguiu desempatar em lance individual de Pedrinho aos 24, segurando a vantagem daí em diante.

Na final da Copa do Brasil, o adversário será o Cruzeiro, que nesta quarta eliminou o Palmeiras com um empate por 1 a 1. Os jogos acontecem nos dias 10 e 17 de outubro.

Esporte