PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Hamilton é o mais rápido e brasileiros testam o halo em 1º treino no México

Reprodução/Twitter
Imagem: Reprodução/Twitter

Julianne Cerasoli

Do UOL, na Cidade do México (MEX)

28/10/2016 14h29

Com frio e uma pista bastante suja, Lewis Hamilton começou as atividades do GP do México na frente no primeiro treino livre disputado no Autódromo Hermanos Rodriguez. O inglês foi bem mais rápido que o líder do campeonato, Nico Rosberg, que foi apenas o sétimo. O alemão da Mercedes tem chances matemáticas de ser campeão neste final de semana caso vença e o inglês não chegue acima da décima colocação.

A segunda posição ficou com Sebastian Vettel e a terceira, com Kimi Raikkonen, ambos da Ferrari. As Force India também fizeram bonito. Correndo em casa, Sergio Perez usou os meus supermacios para ser o quarto, seguido pelo companheiro Nico Hulkenberg.

A sessão foi marcada ainda pela primeira vez que os dois pilotos brasileiros testaram o halo, proteção do cockpit que deve ser adotada a partir da temporada 2018 e que passa atualmente por estudos. Tanto Felipe Massa, que fechou o treino em nono, quanto Felipe Nasr fizeram somente uma volta de instalação com o dispositivo.

No caso do piloto da Sauber, a experiência durou até menos que isso. O brasileiro vinha com o carro desequilibrado e subiu em uma zebra. Quando reacelerou para entrar na maior reta do circuito, sua asa dianteira explodiu, fazendo-o perder tempo de pista. No final, Nasr foi o 17º após apenas 11 voltas, sendo um dos pilotos com menos voltas completadas. A Sauber ainda investiga o motivo da falha.

Outro que teve problemas foi Max Verstappen, que teve um princípio de incêndio em seus freios traseiros. Até por conta do ar rarefeito - o GP do México é disputado, de longe, no circuito mais alto em relação ao nível do mar do calendário - e das características da pista, os freios são um ponto crítico para as equipes neste final de semana. Porém, o holandês só havia dado 10 voltas antes do fogo, que o tirou do restante da sessão.

A pista esteve em constante evolução durante o treino, com Hamilton chegando a superar, com pneus médios, o tempo que fizera com os macios, teoricamente um segundo mais rápidos. Isso também serve para colocar sob perspectiva os tempos das Ferrari, feitos na parte final da prova e com os pneus macios, o que comprova a vantagem da Mercedes.

Pouco usado durante o ano e em um final de semana em que há poucas categorias de suporte, o circuito estava bastante sujo. O frio de 13ºC na manhã mexicana também não ajudou a leitura do desempenho dos carros.

A segunda sessão de treinos livres da sexta-feira começa às 17h pelo horário de Brasília. A classificação será às 16h do sábado e a largada será às 17h do domingo.

Confira os tempos da 1ª sessão de treinos livres para o GP do México

1. Lewis Hamilton ING Mercedes-Mercedes 1m 20.914s
2. Sebastian Vettel ALE Ferrari-Ferrari 1m 20.993s
3. Kimi Raikkonen FIN Ferrari-Ferrari 1m 21.072s
4. Sergio Perez MEX Force India-Mercedes 1m 21.200s
5. Nico Hulkenberg ALE Force India-Mercedes 1m 21.409s
6. Valtteri Bottas FIN Williams-Mercedes 1m 21.447s
7. Nico Rosberg ALE Mercedes-Mercedes 1m 21.673s
8. Daniel Ricciardo AUS Red Bull-TAG 1m 21.727s
9. Felipe Massa BRA Williams-Mercedes 1m 21.836s
10. Daniil Kvyat RUS Toro Rosso-Ferrari 1m 22.215s
11. Romain Grosjean FRA Haas-Ferrari 1m 22.500s
12. Carlos Sainz Jr ESP Toro Rosso-Ferrari 1m 22.563s
13. Marcus Ericsson SUE Sauber-Ferrari 1m 22.723s
14. Max Verstappen HOL Red Bull-TAG 1m 22.877s
15. Esteban Gutierrez MEX Haas-Ferrari 1m 22.910s
16. Fernando Alonso ESP McLaren-Honda 1m 23.089s
17. Jenson Button ING McLaren-Honda 1m 23.089s
18. Kevin Magnussen DIN Renault-Renault 1m 23.342s
19. Felipe Nasr BRA Sauber-Ferrari 1m 23.556s
20. Esteban Ocon FRA Manor-Mercedes 1m 24.083s
21. Jolyon Palmer ING Renault-Renault 1m 24.097s
22. Pascal Wehrlein ALE  Manor-Mercedes 1m 24.350s

Fórmula 1