PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Sueco surge no paddock com braço e pernas enfaixados após atropelar galinha

Julianne Cerasoli/UOL Esporte
Imagem: Julianne Cerasoli/UOL Esporte

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Sepang (Malásia)

29/09/2016 06h11

O sueco Marcus Ericsson apareceu com três grandes bandagens no paddock de Sepang, onde será disputado o GP da Malásia deste final de semana. Os machucados foram causados por um acidente inusitado sofrido pelo companheiro de Felipe Nasr há alguns dias: de bicicleta, o piloto atropelou uma galinha e acabou levando a pior.

“Estava saindo da curva e havia uma grande galinha atravessando a rua correndo e eu bati nela”, contou o sueco. “Eu fui direto para o asfalto. A roda da minha bike quebrou, foi uma batida forte. Eu caí, me machuquei um pouco, mas tive sorte de não quebrar nada”, disse o piloto, calculando que estava a cerca de 45km/h.

Perguntado sobre o que aconteceu com a galinha, Ericsson se mostrou impressionado pelo fato do animal ter escapado aparentemente sem maiores ferimentos. “Ela continuou correndo. Não sei o que dão para estas galinhas comerem na Tailândia, mas deve ser algo forte”, brincou.

O país do Sudeste Asiático é destino comum para o piloto da Sauber, que costuma fazer sua preparação física em um centro de treinamento esportivo localizado no país. A proximidade da clínica fez com que pudesse cuidar rapidamente de suas feridas. “Foi bom que eles puderam limpar tudo rapidamente. As bandagens fazem parecer pior do que realmente está. É só uma proteção para cobrir os machucados.”

Na altura do joelho, Ericsson usa apenas uma faixa. Já no cotovelo e na mão direita, a proteção é maior, mas ainda assim o piloto disse que se sente “100%” preparado para disputar a prova.

O GP da Malásia terá treinos livres a partir da quinta-feira no Brasil, às 23h. O segundo treino será na madrugada de sexta, às 3h. A classificação será às 6h do sábado e a corrida terá largada a partir das 4h do domingo.

Fórmula 1