PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Chefe defende Verstappen após final de semana cheio de acidentes em Mônaco

Formula 1 Oficial
Imagem: Formula 1 Oficial

Do UOL, em Barcelona (ESP)

31/05/2016 09h22

Depois de vencer sua primeira corrida por uma equipe de ponta, há duas semanas, na Espanha, Max Verstappen teve um final de semana para esquecer em Mônaco: o holandês de apenas 18 anos bateu logo na primeira parte da classificação e largou dos boxes; no domingo, vinha fazendo uma prova de recuperação quando se acidentou novamente, abandonando a prova. Nos treinos livres, o piloto já havia batido.

Ainda assim, seu chefe na Red Bull, Christian Horner, defendeu seu piloto e lembrou que ele já estava na zona de pontuação quando bateu e que as condições de pista não eram fáceis devido à chuva.

“Ele teve uma primeira parte de corrida muito boa”, disse o chefe ao Motorsport.com. “Ele fez algumas ultrapassagens ótimas, e estava fazendo um ótimo progresso ao conseguir chegar ao top 10. Ele estava forçando porque viu que o Rosberg não estava tão na frente, e infelizmente as condições de pista o pegaram desprevenido. Isso não aconteceu só com ele.”

Horner acredita que Verstappen já mostrou em sua curta carreira de 25 GPs na Fórmula 1 que aprende rápido e não vai repetir os mesmos erros de Mônaco.

“Foi um final de semana bem contrastante em relação ao que aconteceu há duas semanas, mas acho que é tudo parte do aprendizado dele. Acho que a trajetória que se pode ver dele é muito impressionante, e acho que ele só pode aprender mais. E tenho dúvidas de que o veremos cometendo erros assim ano que vem.”

Fórmula 1