PUBLICIDADE
Topo

Quer comer orgânico? Veja mapa onde comprar orgânicos perto da sua casa

Feira ecológica em Porto Alegre; conheça a mais perto da tua casa - Divulgação/Papayas
Feira ecológica em Porto Alegre; conheça a mais perto da tua casa Imagem: Divulgação/Papayas

Marcos Candido

De Ecoa, em São Paulo

06/05/2021 06h00

Comer alimentos orgânicos soa algo inacessível para muita gente. Mas não é bem assim. Há dezenas de feirinhas, comércios e mercados pelo país que oferecem esse tipo de alimento mais saudável, sem uso de agrotóxico e ainda importante para milhares de pequenos agricultores. Com ajuda da plataforma Feiras Orgânicas, Ecoa organizou um mapa com os endereços e horários de locais para comprar orgânicos em todo os estados (veja abaixo)

O que é comida orgânica?

O alimento orgânico é aquele produzido sem agrotóxicos, transgênicos ou técnicas de radiação para ser conservado. Resumidamente, é o alimento que busca diminuir os impactos da agropecuária no meio ambiente e promover um uso consciente do meio ambiente. Costuma ser produzido por pequenos agricultores no país. Os orgânicos podem ser processados, como arroz, frutas e mesmo carnes.

Feira Agrícola em Caruaru (PE) - Divulgação/Janaína Pepeu - Divulgação/Janaína Pepeu
Feira Agrícola em Caruaru (PE)
Imagem: Divulgação/Janaína Pepeu

Como sei que um alimento é orgânico?

Desde 2011, os produtos orgânicos precisam ser identificados pelo Selo do Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica (SisOrg). Você já deve ter visto este selo. Há também restaurantes de comida orgânica e bancas de feiras que apresentam o selo em produtos, placas ou cardápios. Preste atenção no rótulo na próxima vez que for às compras.

Quem fiscaliza para saber se o orgânico é orgânico mesmo?

Há instituições públicas, privadas e cooperativas de agricultores credenciadas ao Ministério da Agricultura que fazem a fiscalização e certificação de que toda a cadeia de produção é orgânica. O produtor também deve manter cadastro federal de produtor orgânico.

O orgânico é diferente do que estou acostumado a comer?

Você já deve ter visto aquele suco de laranja vendido no mercado com o selo orgânico. Para receber este selo, quer dizer que o suco foi feito com pelo menos 95% de laranjas cultivadas de maneira orgânica, não recebeu conservantes ou corantes no processo. Um suco de laranja que recebe conservantes e usa menos de 95% de laranjas orgânicas pode ser recomendado como "Contém ingredientes orgânicos", mas o selo não é autorizado. Abaixo de 75%, o alimento não é considerado orgânico, de acordo com o Ministério da Agricultura.

Muita gente come orgânico?

No Brasil, há mais de 24 mil produtores orgânicos cadastrados no Ministério da Agricultura. O número é ainda maior, já que há produtores inscritos por meios de organizações e vendem diretamente para o consumidor. Ao contrário do que se pensa, é um ramo que rende muito dinheiro e alimenta muita gente. As escolas públicas brasileiras também precisam comprar no mínimo 30% da merenda de produtores familiares, assentamentos e comunidades quilombolas que costumam produzir produtos orgânicos.

É o maior programa de alimentação brasileiro e um dos maiores do mundo, alimentando cerca de 40 milhões de estudantes. O Brasil também é um dos maiores exportadores de arroz orgânico no mundo, e empresas como a Unilever adquiriram marcas como a Mãe Terra. Segundo a Associação Organic Trade, os orgânicos movimentaram R$ 490 milhões em 2019, e tendem a crescer.

Ecoa Ciclo Alimentação - banner - Arte/UOL - Arte/UOL
Imagem: Arte/UOL