PUBLICIDADE
Topo

EcoFusca ou FusGol? Carro viraliza ao misturar visual de três modelos

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

25/10/2020 04h00

Tem circulado nas redes o vídeo de um carro "três em um" que, dependendo do ponto de vista, pode ser considerado uma customização bizarra ou uma sacada bastante criativa.

A gravação, publicada originalmente no TikTok pelo usuário @jake_o_dourado, tem sido compartilhada pelo WhatsApp.

Nela, aparece um Volkswagen Fusca vermelho exibindo dianteira e traseira modificadas com peças de outros modelos de automóvel.

Olhando bem, dá para perceber que o carro traz para-choque, grade frontal e retrovisores externos do VW Gol, enquanto os faróis foram emprestados da primeira geração do Ford EcoSport.

Na traseira, que traz um enorme aerofólio, as lanternas também são provenientes do SUV compacto da Ford - que, ao que tudo indica, também cedeu o para-choque ao projeto inusitado.

Não conseguimos identificar de qual veículo foi retirada a tampa do motor, que definitivamente não é a original do Fusca.

"Meu pai já dizia. Tem coisas que, quando te contam, você só vai acreditar vendo", diz o autor do vídeo, enquanto grava a imagem do que chama de "Fugol".

Considerando a mescla de peças, o veículo bem que poderia ser batizado como "FusGol", "EcoFusca" ou "Fusca Frankenstein".

Além das alterações mencionadas, o carro tem massa em algumas partes da carroceria.

Por meio das placas, deu para verificar que a base do projeto é um Fusca 1973.

UOL Carros entrou em contato com Jorge Feijão, o autor da gravação viral, que trabalha com entregas de moto.

Ele esclareceu onde e quando o flagrante aconteceu: no começo desta semana em frente a uma funilaria no bairro Jardim Japão, na Zona Norte da capital paulista.

"Eu estava entregando uma pizza, vi o carro estacionado e chamou minha atenção. Decidi fazer o vídeo", conta.

Com a ajuda de Feijão, foi possível identificar a funilaria. Para saber mais detalhes sobre o "Fugol", tentamos contato pelo celular informado na fachada do estabelecimento - porém, as ligações caíram na caixa postal.

Deixamos recado, mas até o momento não recebemos retorno.

Telefonando para outros comércios no entorno. Em um bar localizado no outro lado da rua, fomos informados de que a criação pertence ao dono da oficina e que ele teria outros dois veículos que também customizou, seguindo o mesmo estilo.

Seguiremos à caça do "pai do EcoFusca".

E você, o que achou do projeto?