PUBLICIDADE
Topo

Câmera veicular: veja dicas para comprar e usar uma dash cam com segurança

Câmera veicular, também conhecida como dash cam: veja como escolher  - Getty Images
Câmera veicular, também conhecida como dash cam: veja como escolher Imagem: Getty Images

Rodrigo Lara

Colaboração para o UOL

11/04/2022 04h00

Você já passou por alguma situação preocupante no trânsito e pensou que seria útil ter uma câmera de vídeo gravando aquele momento? Existem equipamentos voltados especificamente para isso: as câmeras automotivas, também conhecidas por dash cams.

Elas estão se popularizando no Brasil, geralmente instaladas no painel ou no para-brisa do veículo. A ideia é que o acessório capte imagens em um ângulo similar ao da visão do motorista.

"Essas câmeras usam a mesma tecnologia das câmeras digitais atuais ou mesmo das câmeras dos smartphones. Normalmente, elas têm uma lente com sensor para a captação de imagens na traseira e um visor na parte frontal, que fica virada para o motorista", explica Angelo Zanini, coordenador do curso de Sistemas de Informação do IMT (Instituto Mauá de Tecnologia).

Zanini ressalta que, dadas as condições de uso, é comum que esses aparelhos exijam locais de armazenamento, como cartões SD, de alta capacidade. "Eles também precisam ter um consumo baixo de energia, de forma que o uso por muitas horas não esquente o aparelho".

Como escolher?

Apesar de terem um princípio simples de funcionamento, há alguns detalhes que merecem sua atenção na hora de escolher uma câmera desse tipo.

O primeiro ponto importante é privilegiar câmeras que tenham resolução Full HD, que oferece alta qualidade de imagem.

"É interessante levar em conta a capacidade da câmera de se adaptar à luminosidade, para que ela também grave com qualidade imagens noturnas, e se ela tem recursos como foco automático e um bom sistema de fixação", recomenda Zanini.

Confira abaixo algumas opções:

Câmera veicular DC 3101 - Intelbras

Preço: de R$ 467,74 por R$ 347,30* (desconto de 26%)

Câmera Veícular Full HD Intelbras DC 3101 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Esse modelo vem acompanhado de uma ventosa que permite fixar o acessório no para-brisa do carro. Ele é capaz de gravar imagens em Full HD, para que o resultado fique em melhor qualidade, com ângulo de visão de 140 graus e tela de LCD voltada para o motorista. Ele possui microfone embutido e tem entrada para cartão micro-SD.

Câmera veicular Au021 - Multilaser

Preço: de R$ 259,17 por R$ 230,43* (desconto de 11%)

Câmera Veicular Au021 Multilaser - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Essa câmera traz uma tela LCD de 2,2 polegadas (5,5 cm) que fica voltada para o motorista. Ela grava imagens em Full HD, tem suporte articulado com ventosa e sua lente possui ângulo de visão de 120 graus. Dentre os recursos de destaque estão foco automático, capacidade de gravar com pouca luz e entrada para cartão micro-SD.

Câmera veicular Black Box Hide - Black Box

Preço: R$ 467*

Câmera veicular Black Box Hide - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Esse modelo de câmera é bastante discreto e pode ser colado no para-brisa atrás do retrovisor. Ela liga automaticamente quando o carro é acionado e é alimentada pelo acendedor de cigarro, com um cabo longo para ser escondido pela moldura do vidro. A câmera grava imagens em resolução HD, aceita cartão de memória e possui conexão wi-fi.

Câmera veicular Vrec-200Ch - Pioneer

Preço: de R$ 439,90 por R$ 387,10* (desconto de 12%)

Câmera veicular Vrec-200Ch - Pioneer - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Um dos diferenciais desse modelo é que ele se integra ao retrovisor do carro e mostra ali as imagens captadas, como se fosse uma tela sobreposta. Vem acompanhado de uma câmera de ré, útil para os momentos de fazer manobras com menor campo de visão. Ele grava imagens em HD, que são armazenadas em um cartão de memória micro SD de até 128 GB.

Câmera veicular Full HD - Motorola

Preço: R$ 439*

Câmera veicular Motorola - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Essa câmera é compacta e possui um visor LCD de 2 polegadas (5 cm) integrado. Ela é presa no para-brisa por meio de uma ventosa e grava imagens em resolução HD. Funciona com pilhas, permite o uso de cartão micro-SD e tem sistema que detecta e grava possíveis acidentes automaticamente.

Imagens gravadas com câmera veicular podem ser usadas como prova?

Além de usar uma câmera veicular para gravar paisagens bonitas durante uma viagem, muita gente pensa em comprar o equipamento para poder apresentar o vídeo como prova em casos de acidentes, assaltos ou outras ocorrências de trânsito. Mas será que esse material tem efeito legal?

De forma geral, a instalação de uma dash cam não gera problemas ao motorista, já que o CTB (Código de Trânsito Brasileiro) e o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) não têm regulamentação sobre como devem ser instaladas e usadas as câmeras de segurança em veículos para gravação de imagens no seu entorno.

É preciso, porém, ter alguns cuidados:

"Se houver má instalação do equipamento, alguma disposição legal pode ser violada. Logo, é preciso ficar atento ao instalar a câmera em regiões no para-brisa para que não atrapalhe a visibilidade do condutor", explica Marco Fabrício Vieira, advogado, assessor da presidência da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) em Santos (SP) e conselheiro do Cetran-SP (Conselho Estadual de Trânsito do Estado de São Paulo).

Vieira afirma que as imagens, podem sim, servir como prova. "Em caso de ocorrências, como acidentes e crimes, elas podem auxiliar as autoridades no esclarecimento dos fatos e ser usadas como provas em processos cíveis e criminais".

Uma dica: costuma fazer compras online? Assinar o Amazon Prime pode ser uma boa alternativa. Com primeiro mês de teste gratuito e depois por apenas R$ 9,90, você tem entrega grátis e rápida para diversas compras em qualquer lugar do Brasil.

* Os preços e a lista foram checados no dia 8 de abril de 2022 para atualizar esta matéria. Pode ser que eles variem com o tempo.

O UOL pode receber uma parcela das vendas pelos links recomendados neste conteúdo. Preços e ofertas da loja não influenciam os critérios de escolha editorial.