Topo

Stalkeadas

Um olhar diferente sobre o que bomba nas redes sociais


Jovem viraliza após se candidatar para vaga de prostituta sem querer

"Me candidatei, sem querer, para uma vaga de prostituição" Imagem: Reprodução Instagram

Júlia Flores

De Universa

21/05/2022 13h43

A estudante Fernanda, de 17 anos, viralizou no TikTok após contar que se candidatou, sem querer, para uma vaga para prostituição achando que era uma oportunidade de trabalho como garçonete. A Universa, ela contou que participa de alguns grupos de anúncio de vaga de trabalho no Facebook. E em um deles, uma moça estava oferecendo oportunidade de "freelancer" em um final de semana, sem mais detalhes.

"Fiquei interessada e decidi entrar em contato", conta Fernanda, que está desempregada.

Através do chat, a anunciante explicou para Fernanda que a vaga se tratava de um "book rosa", nome que se dá para catálogo de prostitutas, e que ficou conhecido na série "Verdades Secretas", da TV Globo. "Eu lá sabia o que era isso?", brinca a jovem, que continuou conversando com a mulher.

Ela detalha que a mulher começou a fazer perguntas pessoais, como qual era seu peso, altura, se ela tinha manchas ou não pelo corpo, entre outras coisas. "Minha mãe começou a achar as perguntas íntimas demais, suspeitou e pediu para ler a conversa".

Foi aí, então, que Fernanda se deu conta de que o anúncio era um convite para trabalhar em um evento privativo de sexo. "Cheguei a falar pra ela que era menor de idade e que, nem se eu quisesse, podia aceitar a vagar. Do outro lado da linha, a aliciante respondeu dizendo que não tinha problema, pois seria uma festa particular. Fiquei em choque".

As mensagens que Fernanda recebeu sobre a vaga de "book rosa" Imagem: Arquivo pessoal

A anunciante segue dando detalhes da vaga: R$ 2,5 mil para duas horas de "evento", sendo uma hora reservada para ficar com o cliente no quarto. Apesar de o endereço não ser revelado, ela dá a informação de que a festa aconteceria em um hotel de luxo.

O vídeo em que a estudante compartilha a história teve mais de um milhão de curtidas no aplicativo TikTok. Vale lembrar que, no Brasil, o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) considera crime o aliciamento de menores de idade para práticas sexuais, e prevê pena de 1 a 3 anos de prisão para o criminoso, além do pagamento de uma multa.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Jovem viraliza após se candidatar para vaga de prostituta sem querer - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

Stalkeadas