PUBLICIDADE
Topo

Centro europeu vai vigiar asteroides e cometas perigosos para a Terra

Do UOL, em São Paulo

22/05/2013 14h18

Um novo centro que tem como missão vigiar asteroides perigosos para a Terra foi inaugurado pela Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês), nesta quarta-feira (22), na Itália.

De acordo com a Agência, dos 600 mil objetos conhecidos que vagam o Sistema Solar – de asteroides a cometas –, cerca de 10 mil têm chances de atingir o nosso planeta: os chamados NEOs (sigla em inglês para objetos próximos da Terra) são grandes objetos, com diâmetros que variam de metros a quilômetros, que orbitam o Sol e possuem trajetórias próximas a Terra.

Instalado no Instituto Europeu de Investigação Espacial (Esirin, na sigla em inglês), o centro de observação terá um sistema de monitoramento em tempo real que vai emitir alertas para órgãos científicos, entidades internacionais, entre outros clientes da ESA.

A intenção é evitar tragédias como a do meteoro que explodiu sobre o céu da Rússia, deixando centenas de pessoas feridas em fevereiro passado. Além disso, o sistema vai ajudar a formar um banco de dados que dará suporte a pesquisas e estudos sobre trajetórias de objetos no espaço.