PUBLICIDADE
Topo

Conheça a ciência por trás de veados paralisados pelos faróis do carro

Por C. Clairborne Ray

The New York Times

02/12/2010 13h40

Por que os veados ficam paralisados pelos faróis dos carros e param bem diante do perigo?

"Os veados são crepusculares", disse David Yancy, biólogo especialista em veados do Departamento de Pesca e Recursos de Vida Selvagem do Kentucky.

Sua atividade atinge o auge dentro de uma hora antes ou depois do amanhecer ou anoitecer, então sua visão é otimizada por uma luz muito baixa. Quando a luz de um farol atinge olhos que estão completamente dilatados para capturar a maior quantidade de luz possível, os veados não conseguem enxergar nada, e simplesmente congelam até que seus olhos possam se adaptar.

"Eles não sabem o que fazer, então não fazem nada", sugeriu Yancy.

Pesquisas contínuas na Universidade da Georgia sobre a visão dos veados de cauda branca sugerem que, para padrões humanos, esses animais são completamente cegos. Um pesquisador entrevistado na edição de setembro/outubro da "Arkansas Wildlife" estimou a visão deles em 20/200: quando uma pessoa com visão normal consegue discernir os detalhes de um objeto a 200 jardas de distância, o veado precisa estar a 20 jardas do mesmo objeto para enxergá-lo (eles são melhores adaptados para detectar movimento).

O número de colisões entre carros e veados atinge o ápice na temporada de reprodução, com os machos se deslocando para encontrar fêmeas receptivas. Ninguém descobriu ainda uma boa forma de evitar esses acidentes, disse Yancy. Por ora, ele acrescentou, a combinação de placas indicando "veados cruzando a pista", artigos para alertar o público e direção defensiva são suficientes.

Tradutor: Gabriela d'Ávila