PUBLICIDADE
Topo

Grécia confirma 20 mortes nos incêndios que atingem várias regiões do país

23/07/2018 22h57

Atenas, 24 jul (EFE).- O governo da Grécia confirmou nesta terça-feira (data local) que pelo menos 20 pessoas morreram nos incêndios que começaram ontem em várias regiões do país, três deles perto da capital, Atenas, e que seguem fora de controle devido aos fortes ventos registrados ao longo do dia.

O porta-voz do governo, Dimitris Tzanakopoulos, confirmou que o número de mortos subiu para 20 e que o de feridos já chega a 104, 16 delas crianças. Do total, 11 estão em situação crítica no hospital.

Centenas de bombeiros lutam para controlar os incêndios que começaram na tarde de ontem, alimentados pelos fortes ventos.

O fogo destruiu imóveis e fez com que várias cidades fossem esvaziadas. O governo da Grécia declarou estado de emergência e pediu ajuda da União Europeia (UE) para controlar os incêndios.

Tzanakopoulos indicou que os trabalhos para conter as chamas serão intensificados pela manhã, já contando com o reforço de veículos enviados ao país pelo mecanismo europeu de Proteção Civil.

"Existem três focos diferentes na região de Atica, uma das 13 regiões administrativas da Grécia, e mais de 15 que começaram quase simultaneamente", explicou o porta-voz do governo.

"Atica enfrenta uma noite muito difícil", completou.

O primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, estava na Bósnia e Herzegovina ontem e antecipou o retorno ao país para comandar a gestão da crise.