Topo

Ahmadinejad se oferece para ser primeiro astronauta do Irã

Em Teerã

04/02/2013 13h04

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, afirmou nesta segunda-feira (4) que está disposto a ser o primeiro astronauta de seu país, durante a apresentação dos protótipos de dois satélites que o país espera lançar neste ano, informou a agência local Mehr.

"Estou disposto a ser o primeiro humano a ser lançado ao espaço por cientistas iranianos", disse Ahmadinejad ao tentar, também, afastar as dúvidas da imprensa internacional sobre o envio ao espaço de um macaco na semana passada. 

Na segunda-feira passada (28), a agência de notícias oficial do país anunciou que um primata foi enviado ao espaço a bordo de um satélite lançado por um foguete, que subiu a uma altura de mais de 120 quilômetros e voltou intacto à Terra - segundo relatos, o animal também estava vivo ao ser resgatado. Fontes independentes, porém, não comprovaram o fato.

Foto lança dúvida sobre envio de macaco ao espaço

Segundo Ahmadinejad, "o diabólico inimigo", maneira pelo qual o líder se refere a Israel, Estados Unidos e seus aliados, está preocupado com o progresso do Irã "em todos os campos científicos" e utiliza qualquer meio para "saquear os recursos iranianos".

O presidente também pediu aos especialistas em tecnologia espacial que permaneçam alerta para evitar possíveis "sabotagens" em seu trabalho, já que "algumas potências não podem tolerar a grandeza e o crescimento do Irã".

O governo iraniano anunciou, durante a apresentação, que os protótipos dos satélites de comunicação Zohreh e Nahid deverão ser lançados neste ano. O ministro da Defesa, Ahmad Vahidi, que também participou do ato, lembrou que o Irã tem um programa espacial de dez anos e que  o país espera poder enviar um homem ao espaço antes de 2020.

Vajidi disse que o novo Centro de Lançamentos Espaciais Imã Khomeini está em sua fase final de construção e que o novo foguete Simorgh será disparado deste local. O Irã colocou em órbita seu primeiro satélite em 2009, e desde então a indústria do país lançou outros ao espaço, utilizando seus próprios foguetes e tecnologia.

Em fevereiro de 2012, o Irã anunciou que estava desenvolvendo novos foguetes para lançar satélites a uma altitude maior. O desenvolvimento dos foguetes espaciais, que utilizam a mesma tecnologia do que os mísseis balísticos de longo alcance, causou preocupação em países como EUA e Israel, inimigos declarados do Irã. 

Mais Tilt