Topo

Exercícios físicos puxados ajudam a viver mais, diz estudo

Getty Images
Imagem: Getty Images

06/04/2015 16h45

A prática intensa de atividades físicas, que faz transpirar, deixa a pele avermelhada e dificulta a respiração pode ser mais vantajosa do que os exercícios moderados para a longevidade, informaram pesquisadores.

O estudo, realizado por cientistas australianos, se baseia na experiência de mais de 200 mil adultos com mais de 45 anos acompanhados por mais de seis anos, e foi publicado nesta segunda-feira no periódico Journal of the American Medical Association (JAMA) Internal Medicine.

Aqueles que fazem jogging, exercícios aeróbicos ou tênis de competição - um exercício intenso durante 30% do seu treino semanal - têm uma taxa de mortalidade de 9% a 13% mais baixa do que aqueles que fazem exercício moderado, como natação, tarefas domésticas ou tênis jogado de maneira recreativa.

"Os benefícios da atividade vigorosa se aplicam a homens e mulheres de todas as idades, independentemente do tempo total em que tenham estado na atividade", disse o pesquisador-chefe do estudo, Klaus Gebel, do Centro de Prevenção de Doenças Crônicas da universidade James Cook.

O pesquisador alertou, porém, que "aqueles que têm qualquer limitação médica, idosos em geral, e aqueles que nunca praticaram atividade física intensa ou exercício físico, devem sempre consultar um médico".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Tilt