PUBLICIDADE
Topo

Tocha olímpica chega à Estação Espacial Internacional

Em Moscou

07/11/2013 09h34Atualizada em 07/11/2013 10h11

A tocha dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi-2014 chegou nesta quinta-feira (7) à Estação Espacial Internacional (ISS) a bordo de uma nave russa na qual viajaram três tripulantes, anunciou a missão de controle russa. É a primeira vez na história que uma tocha olímpica faz uma escala no espaço.

"Chegamos", disse um porta-voz da missão, no momento em que a televisão russa exibiu, ao vivo, o acoplamento da nave Soyuz-TMA à ISS.

O russo Mikhail Tiurin, o americano Rick Mastracchio e o japonês Koichi Wataka estavam a bordo da Soyuz com a tocha olímpica. Tanto a bordo da nave como na ISS, foram adotadas precauções para não afetar a vestimenta dos astronautas. Assim, por razões de segurança, a chama ficará excepcionalmente apagada durante toda a missão espacial.

Às 2h14 (no horário de Brasília) a nave Soyuz, ornada com o símbolo dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi-2014 e os cinco anéis olímpicos, decolou do Cazaquistão. 

"A chama olímpica é o símbolo da paz e eu estou muito feliz de ter esta missão", declarou Tiurin pouco antes da decolagem.

Mastracchio também disse que estava "muito feliz de poder participar em eventos tão importantes, como o trabalho na Estação Espacial e os Jogos Olímpicos".

Os três integrantes da tripulação se unirão aos outros seis tripulantes já instalados na ISS. A estação será ocupada por nove pessoas durante quase uma semana, pela primeira vez desde outubro de 2009, segundo a Nasa.

Dois cosmonautas russos, já presentes na ISS, Oleg Kotov e Serguei Riazanski, farão uma caminhada espacial com a tocha olímpica na tarde de sábado.

Depois da etapa inédita, a tocha retornará à Terra a bordo da cápsula Soyuz, desta vez acompanhada pelos tripulantes Fiodor Iurtchikhin (russo), Karen Nyberg (americana) e Luca Parmitano (italiano), que estão no espaço há cinco meses.

O retorno está previsto para 11 de novembro.

Após a aventura espacial, a chama olímpica visitará as profundidades do lago Baikal, na Sibéria, depois de já ter viajado ao Polo Norte, em um périplo de 123 dias que começou em 7 de outubro em Moscou e terminará com a cerimônia de abertura dos Jogos, em 7 de fevereiro de 2014.