PUBLICIDADE
Topo

Fabricante de chips TSMC planeja expansão da fábrica planejada nos EUA

04/05/2021 11h53

TAIPÉ (Reuters) - A TSMC (Taiwan Semiconductor Manufacturing) planeja construir várias outras fábricas de chips no Estado norte-americano do Arizona, além da atualmente planejada, disseram à Reuters três pessoas familiarizadas com o assunto.

A empresa, maior fabricante de chips por encomenda do mundo, anunciou em maio de 2020 que construiria uma fábrica de 12 bilhões de dólares no Arizona.

A TSMC está projetando uma fábrica de wafer (placa fina de material semicondutor) de 12 polegadas em Phoenix e espera-se que a produção comece em escala em 2024, disse em dezembro a comissão de investimentos do ministério de Assuntos Econômicos de Taiwan, que aprovou o investimento. 

A maior parte dos chips da TSMC são fabricados em Taiwan, mas a empresa também possui fábricas mais antigas na China e no Estado norte-americano de Washington.

Três fontes familiarizadas com o assunto disseram à Reuters que até cinco fábricas adicionais no Arizona estão sendo planejadas.

A fábrica inicial é relativamente modesta para os padrões da indústria, com uma produção planejada de 20.000 wafers todos os meses - cada um dos quais contém milhares de chips -, usando a tecnologia de fabricação de semicondutores de 5 nanômetros mais sofisticada da empresa.

Não está claro quanta capacidade de produção e investimento as fábricas adicionais podem representar e qual tecnologia de fabricação de chip elas usarão.

A TSMC disse no mês passado que planejava investir 100 bilhões de dólares nos próximos três anos para aumentar a capacidade de produção, embora não tenha dado detalhes.

Uma pessoa com conhecimento direto do assunto disse à Reuters que a expansão foi em resposta a um pedido dos Estados Unidos, mas se recusou a fornecer mais detalhes. “Os Estados Unidos pediram. Internamente, a TSMC está planejando construir até seis fábricas”, disse a fonte acrescentando que não é possível dizer quando isso vai acontecer. 

O governo Biden está se preparando para investir dezenas de bilhões de dólares para apoiar a fabricação doméstica de chips. De acordo com a legislação existente, as empresas estrangeiras são elegíveis para esses subsídios, mas se elas irão recebê-los é uma questão em aberto.

Uma segunda pessoa a par dos planos disse que a empresa já havia garantido um espaço para expansão quando obteve o terreno para a primeira fábrica. “É para que eles possam construir seis fábricas”, disse a fonte.

Uma terceira pessoa, com informação de um fornecedor da TSMC envolvido no projeto do Arizona, disse que a TSMC avisou que o plano era construir um total de seis fábricas nos próximos três anos.

Questionada se a expansão planejada foi por causa de um pedido dos EUA, a TSMC disse que "não tinha certeza" sobre o que significa "um pedido" vindo dos EUA, e que decidirá os próximos passos com base na eficiência operacional, economia de custos e demanda dos clientes.