Topo

Advogados de executiva da Huawei presa no Canadá pedem fim de processo de extradição

24/06/2019 13h56

(Reuters) - Advogados da vice-presidente de finanças da Huawei, Meng Wanzhou, que está detida no Canadá sob acusações de fraude dos Estados Unidos, pediram nesta segunda-feira ao ministro da Justiça do Canadá que reconsidere seu processo de extradição.

Meng, filha do fundador da Huawei, foi presa em Vancouver em dezembro. Ela afirma que é inocente.

Em um comunicado, os advogados de Meng disseram que "os procedimentos de extradição não têm mérito" e que encerrá-los estaria no "melhor interesse" do Canadá.

Os advogados disseram que a extradição de Meng foi solicitada para fins políticos, em oposição a razões legais legítimas.

(Por Karen Freifeld)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Tilt