Topo

Não tem aquecedor? Veja truques da física para deixar a casa mais quente

Tem como deixar sua casa um pouco mais quentinha; siga estas dicas Imagem: Getty Images

Colaboração para Tilt*, em São Paulo

21/05/2022 04h00Atualizada em 22/05/2022 09h12

Um dos grandes problemas do frio no Brasil é que nunca parecemos preparados para ele. Mas a ciência está aí para nós ajudar. Seguindo algumas dicas é possível deixar a casa mais quente sem a necessidade de aquecedores e lareiras.

Seguindo os princípios da física, é importante ter em mente que: a temperatura de um espaço interno é resultado de balanço de ganhos e perdas de calor.

"O espaço ganha calor com o Sol que entra pela janela e com as pessoas e os equipamentos que ocupam o espaço. A principal perda desse calor se dá pelas próprias paredes e janelas, seja uma janela aberta ou pouco vedada", explica o arquiteto e urbanista Eduardo Pizarro.

Então, o que fazer?

1. Acumule calor

Em dias frios de Sol, aproveite a luz ao máximo, abrindo as cortinas e deixando os vidros semiabertos para que o calor aqueça o ambiente e haja circulação de ar.

Tome cuidado para que o Sol não encontre obstáculos tais como plantas grandes ou móveis.

Após o pôr do Sol, ou ao final da tarde, a dica é fechar as cortinas e vedar bem qualquer fresta de vento para evitar a troca térmica inversa —ou seja, deixar o ar quente de dentro sair e o ar frio de fora entrar.

Esse princípio de acumular energia é usado há centenas de anos no Ártico para a construção dos iglus, cujas paredes, assim como toda sua estrutura, são feitas de neve.

2. Barre o frio

Se você colocar a mão no vidro da janela ao final de um dia frio, perceberá que ele estará gelado. Então, qualquer obstáculo que puser ali para impedir que o ar frio entre, vai ajudar a manter a temperatura da casa.

"As cortinas blackout funcionam melhor que uma cortina mais fina", diz João Carlos Lopes Fernandes, professor de engenharia do Instituto Mauá.

Mas existem outras soluções práticas para bloquear frestas: colocar panos secos, fitas adesivas e velcros dupla face entre a janela e as cortinas.

Não custa lembrar que apesar do frio, também precisamos respirar. Então, em ambientes muito fechados é importante sempre ter um espaço para entrada de oxigênio.

3. Isole as paredes geladas

Nas madrugadas, as paredes voltadas para o exterior do imóvel ficam mais geladas por causa da umidade relativa do ar, que aumenta e é absorvida.

No quarto, dá para reduzir o contato criando camadas de isolamento térmico. O uso de cobertores, tapetes felpudos ou cortinas pesadas pode ajudar. Em casos extremos, vale forrar paredes com livros, quadros ou espelhos se for possível.

Esse processo evita a difusão de umidade acumulada nas paredes.

4. Desencoste a cama da parede

Na hora do frio, a disposição dos imóveis conta. Evite dormir com a cama encostada na parede externa do imóvel. O mesmo vale para o sofá.

Assim como no calor, em que uma parede exposta o dia todo ao Sol tende a deixar os móveis também mais quentes, se esses mesmos móveis ficarem encostados ou perto das paredes em dias no frio, a tendência é que a pessoa também sinta mais frio se estiver neles.

*Com texto de Clayton Freitas, em colaboração para Tilt

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Não tem aquecedor? Veja truques da física para deixar a casa mais quente - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL


Curiosidades de Ciências