PUBLICIDADE
Topo

Projeto de Elon Musk declara Marte "livre" e não seguirá leis da Terra

Elon Musk, fundador da SpaceX e CEO da Tesla - Bloomberg
Elon Musk, fundador da SpaceX e CEO da Tesla Imagem: Bloomberg

Colaboração para TILT, em São Paulo

30/10/2020 18h06

Embora nenhum humano tenha pisado em Marte até os dias de hoje, um bilionário já criou um projeto para colonizar o planeta vermelho. O projeto de Elon Musk declarou recentemente que Marte será um "planeta livre" e que não seguirá as leis baseadas na Terra.

A declaração foi encontrada nos termos de serviço do Starlink, estrutura que a SpaceX, empresa liderada por Musk, pretende criar para ter internet banda larga no planeta vizinho.

Os termos foram compartilhados nas redes sociais uma semana depois que a empresa revelou os planos de construir uma rede de satélites ao redor de Marte para garantir internet para a população que habitar o planeta.

A nona cláusula dos termos de serviço Starlink afirma que o serviço da Starlink na Terra obedecerá as leis estabelecidas pelo estado da Califórnia, mas Marte ou outro astro colonizado não reconhecerá qualquer autoridade ou soberania de governos baseados na Terra.

Musk pretende colonizar o planeta vermelho até 2050, quando um milhão de pessoas estarão vivendo por lá, criando uma cidade futurista com "muitos empregos".