Topo

Qual operadora tem o melhor 4G do Brasil?

Claro lidera três de cinco itens avaliados pela Opensignal; TIM venceu o restante, e Oi teve pior desempenho - Getty Images/iStockphoto
Claro lidera três de cinco itens avaliados pela Opensignal; TIM venceu o restante, e Oi teve pior desempenho Imagem: Getty Images/iStockphoto

Bruno Madrid

Do UOL, em São Paulo

25/07/2019 08h00

Resumo da notícia

  • O 4G das operadoras Claro, Vivo, TIM e Oi foi analisado pelo site Opensignal
  • Claro venceu em três dos cinco quesitos estudados - em janeiro, havia liderado quatro
  • TIM teve a melhor colocação no "Tempo de resposta de conexão" e na "Disponibilidade do 4G"

A conexão 4G no Brasil, apesar de evoluir gradativamente, ainda não é das melhores em relação a outros locais mundo afora. Sabemos que Claro, Vivo, Oi e TIM, principais operadoras de telefonia do país, ainda têm muita coisa para ampliar.

No entanto, algumas dúvidas surgem em relação aos melhores serviços de 4G: qual das operadoras entrega a melhor média de velocidade? Qual tem melhor experiência em vídeo? E em tempo de resposta, quem leva a melhor?

O site Opensignal, empresa especializada em analisar a experiência móvel dos consumidores, divulgou um novo ranking que mede as melhores marcas em determinados fatores. Diferentemente do que aconteceu no relatório de janeiro, a Claro, que havia vencido em quatro de cinco quesitos, acabou sendo superada pela TIM em uma das listas. Veja os números completos:

Velocidade de download

  1. Claro - 19,8 Mbps
  2. Vivo - 14,2 Mbps
  3. TIM - 11,6 Mbps
  4. Oi - 8,6 Mbps

No relatório de janeiro da Opensignal, este ranking era bem parecido: a Claro liderava com 18,8 Mbps, seguido de Vivo (13,0 Mbps), TIM (10,3 Mbps) e Oi (7,7 Mbps).

Aqui vai um exemplo de comparação para entender estes números: um vídeo do Netflix com resolução Ultra HD precisa de uma taxa de download média de cerca de 25 Mbps para funcionar dentro das recomendações da empresa.

Velocidade de upload (velocidade para subir um arquivo na rede):

  1. Claro - 6,4 Mbps
  2. Vivo - 4,6 Mbps
  3. TIM - 4,4 Mbps
  4. Oi - 2,9 Mbps

Aqui, Claro e Oi praticamente estagnaram em comparação ao mês de janeiro. Há meio ano, as duas anotaram 6,3 Mbps e 2,8 Mpbs, respectivamente.

Já a Vivo (que registrou 4,0 Mbps na outra lista) e a TIM (que saiu de 3,5 Mbps para os atuais 4,4 Mbps) evoluíram consideravelmente no quesito.

Tempo de resposta da conexão (mede atrasos):

  1. TIM - 60,9 ms (milissegundos)
  2. Claro - 62,7 ms
  3. Vivo - 69,6 ms
  4. Oi - 72,5 ms

A grande mudança está neste item. A TIM surpreendeu e desbancou a Claro na liderança do tempo de resposta da conexão (quanto menor o número, melhor é o desempenho). Em janeiro, a Claro, com 68,0 ms, figurava no topo da lista seguida da própria TIM (68,8 ms). Vivo (78,9 ms) e Oi (79,0 ms) vinham na sequência. A boa notícia é que as quatro operadoras tiveram uma evolução em relação aos índices do início do ano.

Os números, no entanto, mudam muito de região para região. "Nossos usuários em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Porto Alegre geralmente experimentam latências médias médias abaixo de 60 ms, mas em cidades fora dessa região - incluindo municípios grandes como Fortaleza, Manaus e Recife - normalmente observamos pontuações de latência 90ms", aponta o levantamento da Opensignal.

Melhor experiência de vídeo:

  1. Claro - 56,9 pontos
  2. TIM - 54,3 pontos
  3. Vivo - 54,2 pontos
  4. Oi - 45,5 pontos
O destaque positivo neste item vai para a Vivo, que subiu quase quatro pontos no novo relatório - tinha 50,5 pontos em janeiro - e encostou na TIM. A Claro sustentou a liderança ainda com uma certa folga, segundo a Opensignal.

Disponibilidade do 4G (tempo em que a conexão está disponível):

  1. TIM - 82,4%
  2. Vivo - 72,1%
  3. Claro - 71,9%
  4. Oi - 61,4%
Por último - mas não menos importante -, a disponibilidade de 4G. A TIM saltou de 78,6% do tempo para os atuais 82,4% em seis meses. A Vivo e a Claro estão tecnicamente empatadas, e a Oi surge na sequência.

Resumo dos números

A Opensignal fez algumas análises sobre os números. Para a empresa, o Brasil está "progredindo notavelmente na disponibilidade em 4G. Isso significa que os consumidores têm acesso a conexões 4G mais rápidas com mais frequência".

Sobre as operadoras, o relatório cita que o domínio da Claro, apesar da liderança mantida com certa folga, "diminuiu ligeiramente, e Vivo e TIM estão ganhando terreno".

5G: por que você vai querer usar a próxima geração de telefonia celular

UOL Notícias

Telefonia