PUBLICIDADE
Topo

Depois das digitais e dos olhos, sua pegada dirá quem é você

iStock
Imagem: iStock

Rodrigo Lara

Colaboração para o UOL Tecnologia

08/10/2018 04h00

Sistemas de identificação biométrica já são conhecidos de todo mundo: quem tem um smartphone com leitor biométrico usa o sistema todo dia - padrão da íris e reconhecimento facial são outras "assinaturas" que nosso corpo possui.

Agora, pesquisadores do Instituto Indiano de Tecnologia querem mostrar que a sua pegada também pode ser utilizada para identificar você.

Para isso eles usaram um aparelho chamado geofone, que consegue captar vibrações no solo, transformando esses dados em pulsos elétricos. A partir daí, oito voluntários andaram, descalços, ao redor desse aparelho, em distâncias que variavam entre 1 e 2,5 metros.

VEJA TAMBÉM:

Após coletarem quase uma hora de dados sobre a caminhada de cada um dos voluntários - o que gerou uma base de dados de 46.489 passos -, um algoritmo foi treinado para identificar os padrões de cada pessoa. O resultado do teste foi promissor: com apenas sete passos, a inteligência artificial se mostrou capaz de identificar cada participante com uma precisão de 92%.

Uma das principais utilidades do sistema seria em sistemas de segurança. Explica-se: ao contrário de leitores de íris e de impressões digitais, um "leitor de pegadas" poderia facilmente ficar escondido, dificultando tentativas de burlar o sistema. Isso seria útil, por exemplo, na entrada de prédios que requerem um cuidado maior com a segurança, como bases militares ou bancos.

VEJA TAMBÉM:

Por outro lado, a tecnologia envolvida ainda precisa evoluir. O motivo para isso? Como está, o "leitor de pegadas" consegue identificar apenas uma pessoa por vez, o que diminui sua principal utilidade.