PUBLICIDADE
Topo

Você divide o plano família do Spotify com amigos? App quer acabar com isso

Spotify está em nova cruzada contra usuários do plano família que não morem juntos - iStock/Getty
Spotify está em nova cruzada contra usuários do plano família que não morem juntos Imagem: iStock/Getty

Gabriel Francisco Ribeiro

Do UOL, em São Paulo

28/09/2018 13h42Atualizada em 28/09/2018 19h37

O Spotify lançou mais uma cruzada para tentar acabar com amigos e familiares que dividem o plano premium familiar do aplicativo. Agora, o app tem enviado a usuários um pedido por email para que compartilhem sua localização GPS – o objetivo é ver se as pessoas que dividem o plano moram no mesmo teto ou não.

Antes, o app já havia tentado conter as assinaturas premium divididas entre várias contas ao pedir para usuários do plano fornecerem o CEP da casa em que moram, o que poderia ser burlado facilmente.

Agora, contudo, a empresa tenta fechar o cerco ao ordenar que seja compartilhada a localização GPS – caso os dados não batam com o titular do plano, a pessoa pode ser removida do serviço pago e voltar ao gratuito.

Veja também:

A ação do Spotify rendeu críticas nas redes sociais. Internautas apontam que, para o Spotify, o conceito de família envolve apenas pessoas que moram na mesma casa. Nas regras dos planos, contudo, é citado que o plano premium familiar é válido para “você e até cinco pessoas que morem no mesmo endereço que o seu”.

Por enquanto, a ação parece atingir alguns membros de planos familiares nos Estados Unidos e Alemanha, como notado pelos sites Spiegel Online e Quartz. Em nota enviada ao UOL Tecnologia, o Spotify se limitou a dizer que está "realizando testes com alguns grupos pequenos em mercados específicos para melhorar e experiência dos usuários no Plano Família". 

Spotify está pedindo localização GPS de usuários do plano família - Reprodução - Reprodução
Spotify está pedindo localização GPS de usuários do plano família
Imagem: Reprodução

A estratégia do streaming de música é diferente, por exemplo, do que a Netflix aplica no seu modelo de negócio – o streaming de vídeo permite mais de uma conta por usuário a depender do plano, mas não liga se as pessoas são da mesma família ou se moram juntas.

Segundo a Billboard, metade dos assinantes de streaming musicais usam modelos de plano família para baratear o serviço. A ação parece estar afetando as finanças do Spotify, que viu a renda por usuário diminuir 12% no segundo trimestre de 2018.

O plano premium familiar do Spotify é bastante popular por ser econômico. Por R$ 26.90, é possível que seis contas diferentes tenham acesso ao pacote premium do serviço de músicas. Para se ter uma ideia, o plano individual custa R$ 16,90.

Ao se tornar membro premium do aplicativo, você tem a possibilidade de ouvir músicas sem propaganda, pode baixar músicas no celular e pular de faixas quantas vezes quiser.

[Atualização em 28/09/2018, às 19h37]: Após o caso ser revelado pela mídia, o Spotify afirmou ao site norte-americano Quartz que interrompeu os testes feitos nas últimas semanas em que pedia que usuários do plano familiar compartilhassem sua localização para confirmar o endereço em que mora.  

Só Tilt Salva! Dicas para você aproveitar muito seu celular

Confira nossa página