PUBLICIDADE
Topo

Mais baratos e entalhe em tudo: o que sabemos dos iPhones que vêm por aí

Suposta foto vazada da traseira de um novo iPhone de 2018 - Reprodução/ /Leaks
Suposta foto vazada da traseira de um novo iPhone de 2018 Imagem: Reprodução/ /Leaks

Márcio Padrão

Do UOL, em São Paulo

07/08/2018 13h09

A imagem que abre esta notícia pode ser a primeira foto de um iPhone a ser lançado neste ano. Como em todos os anos, esperamos que a Apple divulgue oficialmente a linha iPhone de 2018 em setembro.

O site "SlashLeaks" divulgou o vazamento da vez na segunda-feira (6). A foto deve ser da versão mais barata e simples do iPhone, que vai suceder o iPhone 8. Isso explica a câmera simples, pois o 8 comum é o único da linha atual com só uma lente na traseira.

Para quem está se perguntando "E o iPhone SE, não é mais barato que o 8?", sim, ele é, mas ao que parece, a Apple abandonou os planos para atualizar seus celulares com tela pequena neste ano. Era esperado um novo iPhone SE na conferência WWDC deste ano, o que não aconteceu.

A pouco mais de um mês do lançamento, vamos aproveitar para fazer um resumo do que sabemos --ou que especulamos-- até agora sobre os iPhones de 2018.

Quantos e quais iPhones?

Tirando o iPhone SE --um modelo à parte que talvez não continue sendo fabricado-- a linha atual é dividida assim: iPhone 8, o mais simples e barato (ou menos caro); 8 Plus, que é um 8 com mais tela, câmera dupla e bateria; e o iPhone X, com o exclusivo recurso Face ID e tela maior com entalhe.

Seguindo a mesma lógica, esperamos de novo três iPhones. Mas acertar os nomes é o mais complicado. Afinal, os dois iPhones 8 seguem a ordem de lançamentos até 2016, que parou no 7. Mas aí veio também o X, que é o número romano de "10", em homenagem aos 10 anos do modelo.

A maioria dos sites aposta nos nomes iPhone 9iPhone X2 e iPhone X2 Plus. Isso porque vazamentos indicam que teremos dois modelos sucessores do X, em vez de um (veja o próximo item desta notícia para entender). Já a linha "simples" teria só um modelo novo mesmo.

É possível, ainda, que o nome "X" seja trocado por outro nome novo, já que ele era relacionado à efeméride de 10 anos do iPhone.

Telas

Essas são as seguintes polegadas por modelo de iPhone atualmente: 4,7 no iPhone 8, 5,5 no 8 Plus e 5,8 no X. Para 2018, conforme vazamentos, esperamos telas um pouco maiores.

Duas curiosidades: todos os novos modelos terão entalhes, e o modelo tradicional surpreendentemente não será aquele com a menor tela.

Na verdade especula-se um novo iPhone X com tela de 5,8 polegadas e um iPhone X Plus com 6,5 polegadas. Ambos viriam com iluminação OLED. E no meio, teríamos o iPhone 9 com uma tela LCD de 6,1 polegadas.

E o entalhe também sinaliza que os sensores frontais que compõem a tecnologia Face ID, que serve para biometria facial precisa, usada em desbloqueio de tela, compras e os emojis animados Animojis e Memojis, vão dar as caras nos três modelos.

O iPhone "básico" poderia ter bordas ligeiramente mais grossas ao redor da tela. Mas a diferença não seria muito perceptível em comparação com o iPhone X.

5.jul.2018 - Supostas novas cores do iPhone para 2018, segundo o site "9to5Mac" - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Cores

Os rumores falam que agora seriam cinco cores no iPhone mais barato, de tela de 6,1 polegadas: cinza, branco, azul, vermelho e laranja --elas ainda não ganham um nome.

Já os iPhones X2 seriam oferecidos em preto, branco e um novo tom de ouro. Não se sabe se haverá alguma cor "exclusiva" para o X2 Plus.

Corpo

Nada parece que vai mudar no corpo dos novos X2: continuará como um "sanduíche" de metal resistente com vidro na frente e atrás.

Para o iPhone 9, há rumores de que a Apple esteja usando alumínio mais leve (e mais barato) que o do X para o corpo. Mas a parte de trás terá vidro para que ele seja compatível com o carregamento sem fio. 

Câmeras

Novamente os iPhones X2 ficam com duas câmeras na traseira e uma simples na frente. O 9 terá algum tipo de melhoria, mas seguirá com um sensor apenas na traseira, provavelmente com os mesmos 12 MP com abertura f/1.8 do iPhone 8.

Por isso o iPhone 9 não teria suporte ao modo retrato ou ao zoom óptico de 2X, presente no X e provavelmente no seu sucessor. Sobre câmeras frontais, todos os três terão os mesmos 7 MP de resolução.

Desempenho

Os novos iPhones deste ano devem vir com o mesmo processador: o A12, possível sucessor do atual chip da linha, o A11 Bionic. Um teste do Geekbench, especialista em benchmarks, diz que o A12 seria cerca de 10% mais rápido do que o A11.

Não sabemos muito sobre memória RAM, um item de configuração que a Apple não costuma divulgar e é descoberto apenas via teste de benchmark. Os modelos atuais têm 2 GB (iPhone 8) e 3 GB (iPhone 8 Plus e X).

O adaptador para fones deve deixar de acompanhar o novo iPhone  - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Fim do acessório para fone e do 3D Touch?

Em um relatório para investidores, o analista Matthew D. Ramsay disse que a Cirrus, fornecedora de componentes para o adaptador, avisou que a Apple deve desistir de incluir o acessório que adapta o fone Lightning aos fones de ouvido tradicionais nas caixas dos novos modelos de iPhone. 

A Apple também pode estar cogitando o fim do 3D Touch, recurso estendido de toque na tela que ativa novos comandos e menus de atalhos. Desde o iPhone 6S, cada iPhone vem com uma tela sensível à pressão.

Por isso para cortar custos no iPhone 9, este não viria com o 3D Touch. O recurso é considerado desde o seu lançamento pouco eficaz, já que mesmo os celulares Android conseguiram trazer menus aos apps sem contar com o 3D Touch.

Um rumor um pouco bizarro é que a nova versão beta do iOS 12 para desenvolvedores traz códigos que sugerem um suporte ao dual-SIM (chip do celular), sugerindo a chance de vermos pela primeira vez iPhones com suporte a dois chips de operadoras.

Preço

Segundo um relatório do analista Ming-Chi  Kuo, o iPhone 9 poderia custar nos EUA entre US$ 600 e US$ 700, enquanto o iPhone X2 alcançaria entre US$ 800 e US$ 900, e a versão Plus, entre US$ 900 e US$ 1.000. 

Se forem usados os preços mais baratos mencionados acima, será uma queda de preço de US$ 100 em todos os modelos em relação à linha atual: iPhone 8 custa US$ 700, o 8 Plus US$ 800, e o X, US$ 1.000.

Analistas apostam que as vendas globais dos iPhones serão maiores neste ano, e supondo que não haja problemas de produção, todos os novos modelos poderiam chegar ao mesmo tempo às lojas americanas, em setembro. No ano passado, o iPhone 8 e 8 Plus foi lançado no final de setembro, e o iPhone X, no início de novembro.

No Brasil, com as taxas de importação e conversão do dólar, além do "custo Brasil" --termo comumente usado nos aumentos de preço não especificados pelas empresas-- os iPhones 8, 8 Plus e X custam, nesta ordem, a partir de R$ 3.999, R$ 4.599, e R$ 6.999. Com o dólar ainda alto e a crise econômica, as chances desses preços caírem são pequenas.

#DicaDeTec: Aprenda a organizar os apps do iPhone

UOL Notícias