PUBLICIDADE
Topo

Polícia evita roubo de R$ 1,3 mi de eletrônicos em SP; carga seria da Apple

27.nov.2014 - Polícia intercepta roubo de R$ 1,3 milhão de eletrônicos na região de Campinas (SP) na noite desta quarta (26); produtos seriam tablets e smartphones da Apple - Denny Cesare/Código 19/Estadão Conteúdo
27.nov.2014 - Polícia intercepta roubo de R$ 1,3 milhão de eletrônicos na região de Campinas (SP) na noite desta quarta (26); produtos seriam tablets e smartphones da Apple Imagem: Denny Cesare/Código 19/Estadão Conteúdo

Guilherme Tagiaroli

Do UOL, em São Paulo

27/11/2014 19h43Atualizada em 27/11/2014 19h52

Uma carga de eletrônicos foi recuperada durante a noite desta quarta-feira (26) pelo Baep (Batalhão de Ações Especiais da Polícia), em Campinas (a 93 km de São Paulo). Segundo a polícia, a mercadoria, avaliada em R$ 1,3 milhão, foi interceptada e totalmente recuperada. 

Os produtos apreendidos pelos policiais seriam tablets e smartphones da Apple, segundo informações da agência fotográfica “Código 19”, que cobriu no local o caso. No entanto, nem a Polícia Militar nem a assessoria de comunicação da empresa norte-americana confirmaram a informação.

A polícia relata que recebeu um chamado referente a um caminhão que tinha sido roubado na Rodovia D Pedro 1º, próximo à cidade de Jacareí (SP). Viaturas perseguiram o veículo, e os ocupantes de um carro que escoltava o caminhão começaram a atirar com fuzis de calibre 762 nos policiais.

Durante a fuga, o motorista do caminhão perdeu o controle e chocou-se contra o alambrado de um estabelecimento comercial. O veículo foi abandonado pelo condutor, que fugiu junto no carro que fazia a escolta da carga.

Ninguém foi preso e não houve feridos.

Além da carga avaliada em mais de R$ 1 milhão, foram apreendidos uma bateria veicular, bloqueadores de sinal e munição para fuzis de calibre 762.

Roubos na região

Não é a primeira ocorrência do tipo na região. Em julho deste ano, 20 homens armados roubaram eletrônicos da fábrica da Samsung em Campinas. De acordo com a polícia, 200 funcionários da companhia ficaram reféns cerca de três horas no local. A empresa sul-coreana avaliou que a carga roubada (notebooks, tablets e celulares) valia cerca de R$ 14 milhões.

Em fevereiro de 2013, um grupo armado assaltou uma grande distribuidora de eletrônicos também em Campinas, responsável na época por metade dos celulares e tablets comercializados no país.  Um vídeo mostrou a ação dos ladrões e parte da carga, avaliada em R$ 24,5 milhões, foi recuperada.