PUBLICIDADE
Topo

Mulher cria perfil falso no Facebook e descobre que sobrinha queria matá-la

Marissa Williams convidada pessoas que ela conhecia via Facebook a irem até a casa de sua tia  - Reuters
Marissa Williams convidada pessoas que ela conhecia via Facebook a irem até a casa de sua tia Imagem: Reuters

Do UOL, em São Paulo

13/06/2014 15h27

A polícia do Alabama prendeu na terça-feira (10) uma jovem que planejava matar a família, segundo a agência de notícias Reuters. Marissa Williams, 19, foi descoberta pelo Facebook, depois que sua tia criou um perfil falso na rede social. Marissa morava na casa dessa mesma mulher desde abril e, com frequência, chamava pessoas que conhecia no Facebook para irem até o local.

A tia (que não teve a identidade revelada) criou a página Tre 'Topdog' Ellis, na qual se passava por um rapaz, com o objetivo de ensinar uma lição à sobrinha - a ideia era chamar sua atenção para a questão de segurança. Utilizando a identidade falsa, ela se aproximou virtualmente de Marissa.

Pelo Facebook, a jovem afirmou que faria sexo com Tre 'Topdog' Ellis, caso ele pagasse US$ 50 (cerca de R$ 111,5) referentes a uma conta de telefone. Ela também o convidou para ir até a casa onde vivia. Durante as conversas, Marissa disse que estava cansada de sua família e pediu que (o falso) Ellis matasse sua tia, o noivo dela, o primo e o cachorro. Depois, os dois fugiriam.

Ao ler o pedido, a tia denunciou sua sobrinha à polícia. Questionada, Marissa confirmou que havia pedido um favor a um amigo do Facebook, mas garantiu que não tinha o objetivo de matar ninguém.  Sua fiança foi estabelecida em US$ 30 mil (cerca de R$ 66,9 mil), e a jovem pode pegar até dez anos de prisão por planejar um assassinato.

Andy Norris, policial e porta-voz da delegacia de Tuscaloosa, afirmou que a abordagem de Marissa é incomum. “Geralmente, essas pessoas tentam convencer um amigo ou conhecido a cometer o crime. Isso [a atitude de Marissa] não é o comportamento padrão.” 

* Com Reuters