PUBLICIDADE
Topo

BlackBerry Z10 chega ao mercado brasileiro por R$ 2.449

Guilherme Tagiaroli

Do UOL, em São Paulo

07/05/2013 11h27

A BlackBerry anunciou nesta terça-feira (7) o início das vendas do smartphone Z10 no mercado brasileiro. De acordo com a companhia canadense, o aparelho tem preço sugerido de R$ 2.449 e estará disponível nos principais varejistas e nas principais operadoras de telefonia móvel a partir desta semana.

BlackBerry Z10

Sistema operacional: BlackBerry 10
Processador: dual-core com 1,5 Ghz
Tela: 4,2 polegadas
Câmera traseira: 8 megapixels
Câmera frontal: 2 megapixels
Conexão: Wi-Fi, 3G e 4G

Com o Z10, a BlackBerry, que já é conhecida no meio corporativo, quer conquistar o usuário convencional com um aparelho que foge da sisudez dos anteriores da marca. O celular inteligente da companhia tem pouquíssimos botões e quase toda a interação é feita por meio de gestos na tela.

No que diz respeito às especificações de hardware, o Z10 traz um processador Qualcomm dual-core de 1,5 GHz, duas câmeras (uma traseira de 8 megapixels e uma frontal de 2 megapixels), 16 GB para armazenamento de arquivos e 2 GB de memória RAM. A tela do aparelho é de 4,2 polegadas e é sensível ao toque.

O Z10 tem suporte à conexão 4G nas frequências do espectro brasileiro.

Sistema operacional novo

Utilizar o BlackBerry Z10 é como reaprender a mexer em um smartphone. Isso deve-se ao novo sistema operacional da marca, chamado BlackBerry 10, que conta com diferentes recursos quando comparados com a concorrência.

Apesar da estrutura de ícones (comuns em aparelhos da Apple e aos dispositivos Android), a maioria dos comandos é feita por meio de gestos no smartphone. Para desbloquear a tela, por exemplo, é necessário arrastar o dedo na tela de baixo para cima.

O sistema também traz um esperto teclado virtual. Conforme o usuário vai digitando, o teclado virtual tenta adivinhar o que virá a seguir e fica exibindo palavras sobre as teclas. Além disso, ele conta com uma fileira de numerais – nos outros sistemas, é necessário entrar em uma área específica.

Mantendo a tradição da empresa em oferecer soluções para o mercado corporativo, o Z10 permite que o dono do aparelho mantenha dois perfis diferentes em um telefone: um pessoal e outro corporativo. Por mais que as informações estejam no mesmo dispositivo, não há compartilhamento de dados entre os perfis.

A câmera de 8 megapixels tira fotos satisfatórias. No entanto, o destaque fica para recurso TimeShift. Antes de tirar uma foto, o aparelho vai captando imagens das pessoas da cena. Caso alguém tenha saído com olho fechado, a funcionalidade permite “voltar” no tempo e consultar momentos anteriores ao clique e buscar alguma cena em que as pessoas estejam de olho aberto.

Blackberry Z10 traz mais agilidade, mas requer treino

Aplicativos

Segundo a fabricante, a loja de aplicativos BlackBerry Workd soma mais de 100 mil programas. Nela, é possível baixar a maioria dos programas populares em outras plataformas como WhatsApp, Facebook, Twitter, Foursquare, entre outros. No entanto, faltam ainda alguns softwares como o Instagram, Angry Birds ou mesmo Candy Crush (o oficial, da King.com Limited), a febre do momento.

Para quem gosta de tudo em um só lugar, é possível juntar mensagens de e-mail e redes sociais no BlackBerry Hub. O aplicativo fica na primeira tela do smartphone e mostra em lista tudo o que você recebeu de SMS, e-mail, Facebook, Twitter, LinkedIn e no BBM (Blackberry Messenger). Se você achar confuso ver tudo isso junto, dá para filtrar a exibição das mensagens clicando no nome de cada aplicativo de comunicação.