PUBLICIDADE
Topo

Lançamento do Windows 8 em São Paulo tem fila modesta e queda de sistema

Juliana Carpanez

Do UOL, em São Paulo

26/10/2012 03h03

O início das vendas do sistema operacional Windows 8 foi marcado em São Paulo, na madrugada de quinta (25) para sexta-feira (26), por um coquetel de lançamento no supermercado Extra do Itaim Bibi. Com decoração ultracolorida, à la Windows 8, o evento teve fila modesta, com 17 interessados em comprar a novidade -- a maioria das pessoas no local eram representantes de empresas de tecnologia. Por volta da 0h30, logo após a estreia com direito a contagem regressiva, o sistema do único caixa disponível para o evento caiu, deixando os consumidores na mão.

A queda do sistema – que tem cara de piada pronta, por se tratar de um evento do Windows – fez com que Suzana Alves, 27, ficasse mais de meia hora aguardando para pagar seu notebook (na promoção de um fabricante, ela compraria um e levaria dois laptops).

A atendente do mercado insistiu, mas o sistema não voltou. Os compradores foram então levados a um caixa improvisado fora do cenário do evento, rodeado por fornos elétricos e geladeiras. A compra de Suzana só foi concluída à 1h05, quando a fila voltou a andar.

Ainda no caixa “original”, o médico José Roberto Rodrigues Mello reclamava da demora. “Tem um único caixa para pagar. No lançamento do Windows Vista, eram cerca de dez”, comparou o fã da Microsoft, que também participou do lançamento do Windows XP em São Paulo. Mello ganhou uma versão do software na tarde de quinta-feira, em um evento da Microsoft, mas quis comprar outra licença para seu filho.

  • Leandro Moraes/UOL

    Fernando Catarino desistiu de comprar o Windows 8 ao descobrir que só há pacotes de atualização

O médico optou pelo pacote “físico”, e não apenas pelo download (R$ 200 mais barato), pois na promoção de lançamento a caixa acompanhava o pacote Office. Já o desenvolvedor de software Ricardo Quartier, 35, optou por pagar mais pelo CD pensando no futuro: segundo ele, a mídia facilita a resolução de problemas para casos de arquivos corrompidos, por exemplo. Último da fila, Quartier carregava a senha de número 17.

Só para atualização
O comerciante Fernando Catarino, 44, era o terceiro da fila, mas desistiu de comprar o Windows 8 ao descobrir que, por enquanto, só estão disponíveis atualizações do sistema – é necessário já ter o Windows instalado na máquina para pagar R$ 69 (download) ou R$ 269 (caixa) pela versão 8. “Vou ter que comprar o Windows 7 para poder atualizar?”, questionou o gerente de projetos, sem perder o bom humor.

Ainda não há previsão no Brasil para o lançamento do pacote chamado “full”, que poderá ser instalado em máquinas que ainda não rodem Windows (ou com versões piratas, pois a atualização para o Windows 8 só é feita em programas originais). Catarino queria instalar a novidade em seu computador Mac Mini, da Apple, que atualmente roda dois programas: o OS X Mountain Lion e o release candidate (versão pré-lançamento) do Windows 8. 

O sistema operacional Windows 8 foi feito para computadores convencionais (desktops, laptops, ultrabooks) e tablets. Inclusive, o sistema é praticamente o mesmo para todos os os tipos de computadores. A diferença é que, nos tablets, os comandos serão feitos via tela sensível ao toque, enquanto nos computadores tradicionais o controle se dá pelo mouse e o trackpad (se essas máquinas também tiverem tela sensível, podem funcionar da mesma forma que os tablets).

O que o sistema traz de novo
O usuário que mexer no Windows 8 pela primeira vez poderá ficar perdido com a “nova cara” do sistema. Para começar, ele tem duas interfaces gráficas: uma chamada Metro e outra chamada desktop (que é igual à área de trabalho das versões anteriores).

A Metro é a interface principal e a primeira que o usuário visualiza ao ligar um computador com Windows 8. Ela tem uma navegação horizontal (da esquerda para a direita) e conta com novos ícones, chamados Tiles (blocos). Esses blocos, além de permitirem acesso a um determinado aplicativo, mostram atualizações em tempo real referentes ao serviço. Por exemplo: no bloco People (Pessoas), aparecem as atualizações de amigos em redes sociais. No bloco e-mail, são mostrados os assuntos das últimas mensagens recebidas.

A interface desktop é igual à de um computador com Windows, com a diferença de não conter um botão iniciar.  De resto, é possível criar atalhos, pastas, inserir widgets, acessar o Windows Explorer e tudo aquilo que você já faz no Windows 7. A ideia dessa interface é ser uma “ponte” para que os usuários do Windows 8 não estranhem completamente o novo sistema operacional.

Por funcionar em computadores e tablets, a Microsoft também mudou os atalhos do Windows 8. Basicamente, a maioria das funções está nos cantos da tela e vários recursos de configuração são acessados dando um clique com o botão direito do mouse.

  • Divulgação

    Imagem divulgada pela Microsoft da interface gráfica do Windows 8, novo sistema da empresa

Windows Store

Quem tiver o Windows 8 não enfrentará grandes problemas para instalar os programas que já utiliza (a Microsoft disponibilizou um site que mostra a compatibilidade de software e hardware com o sistema). No entanto, a empresa de software criou uma interface chamada Windows Store para os usuários baixarem programas específicos para o Windows 8.

A Windows Store é uma loja de aplicativos que funciona como a App Store, disponível em dispositivos móveis da Apple. Lá é possível achar programas por tipo e preço (sim, será possível comprar aplicações diretamente do computador). O interessante é que na maioria deles o usuário não precisa ir clicando em “Avançar” para concluir a instalação. O sistema faz tudo sozinho.

Por enquanto, há poucos programas disponíveis como aplicativos de notícias (USA Today, Clarín e AP) e jogos (Fruit Ninja e Carmen San Diego), entre outros.

Novo Internet Explorer

O Windows 8 será o primeiro sistema operacional a receber a versão 10 do Internet Explorer. O que chama a atenção é a existência de dois navegadores diferentes: um acessado na interface Metro (que ocupa a tela toda, muito diferente do IE9) e outro na Desktop, que  é muito parecido com a versão anterior do browser.

Do ponto de vista prático, o Internet Explorer 10 acessado na interface Metro é limitado e não roda animações em flash de todos os sites (apenas alguns que a Microsoft julga seguros). O programa avisa que não vai conseguir abrir determinado site completamente e dá a opção de usar o Internet Explorer da interface desktop.

Windows 8 chega com interface repaginada; veja como funciona