PUBLICIDADE
Topo

'Perdi todas as minhas economias em um golpe com criptomoedas'

Kevin Peachey - Repórter de finanças pessoais da BBC News

30/07/2021 04h58

Aposentado conta à BBC como foi alvo de esquema fraudulento; prejuízo foi de 250 mil libras (R$ 1,8 milhão).

O britânico Joseph* (nome fictício) comandou seu próprio negócio por anos e juntou um bom dinheiro para a aposentadoria.

Ele planejava usar suas economias para comprar um bangalô para ele e sua esposa viverem o resto de seus dias.

Em uma tentativa de multiplicar o que havia acumulado durante sua vida, ele foi incentivado a investir online, mais especificamente em transações com criptomoedas.

Mas Joseph foi vítima de um golpe de fraudadores profissionais ? e acabou perdendo tudo.

"Minha esposa e eu estamos muito chateados", diz ele. "Perdemos nosso estilo de vida e nossos planos."

Joseph está na casa dos 70 anos. Ele se sente vulnerável e desolado com o que aconteceu.

"Queria investir nisso, já que todos falavam em como era bom, para nos dar um estilo de vida melhor", assinala.

Na busca por maximizar suas economias, Joseph foi iludido com a promessa de dinheiro fácil, pelo qual tinha que investir sempre mais para ganhar mais.

Os golpistas argumentaram que precisavam de 10% do montante aplicado por Joseph para retirar seu dinheiro. Ele disse estar doente e desmaiou enquanto falava ao telefone ? quando os paramédicos chegaram, os fraudadores ainda estavam na linha.

Durante sua doença, ele continuou recebendo mensagens de texto pedindo mais fundos. Joseph ficou confuso e concordou em entregar mais dinheiro e acabou perdendo mais de 250 mil libras (R$ 1,8 milhão) em economias de uma vida.

Bancos vêm emitindo alertas sobre negociações fraudulentas de criptomoedas e costumam não reembolsar o prejuízo dos clientes.

"Achava que sabia investir meu dinheiro. Na verdade, foi quando saí do hospital que o choque do que havia feito me atingiu em cheio", disse. "O dinheiro era para a nossa aposentadoria e para qualquer plano de saúde futuro de que precisássemos. Não tenho como recuperar o dinheiro que perdi quando me aposentei."

Segundo a Citizens Advice, ONG britânica que oferece aconselhamento independente, 36 milhões de adultos no Reino Unido foram vítimas de golpistas até agora neste ano.

Desse total, 12% foram alvo de golpes envolvendo um investimento falso ou um esquema para enriquecimento rápido.

"Os golpes surgem em diferentes roupagens, seja um esquema para enriquecimento rápido ou a promessa de romance. É fácil pensar que isso nunca vai acontecer com você, mas a realidade é que qualquer um pode ser visado e enganado", assinala Matthew Upton, diretor de políticas públicas da Citizens Advice.

Dano potencial

Diverdsas ONGs têm pedido que anúncios fraudulentos sejam incluídos na Lei de Segurança Online do governo britânico, que em breve será examinada pelas duas Casas do Parlamento (Câmara dos Comuns e Câmara dos Lordes).

Segundo uma delas, o Money and Mental Health Policy Institute, milhões de usuários da internet, especialmente aqueles com problemas de saúde mental, corriam o risco de perder dinheiro ou informações pessoais confidenciais para golpistas.

As ONGs afirmam ainda que há riscos de confusão, já que se espera que algumas empresas de tecnologia removam alguns golpes de seus sites, mas outras não.

Martin Lewis, fundador da Money and Mental Health Policy Institute, diz: "O Reino Unido está enfrentando uma epidemia de anúncios fraudulentos. Nossas regras de publicidade foram estabelecidas para fiscalizar fabricantes de sabão fazendo falsas alegações de limpeza, e não para combater o crime organizado digital sofisticado e psicologicamente apto sediado ao redor do mundo".

"Isso faz com que muitos golpistas não sejam rastreados, investigados e punidos. Muitos escapam impunes desses crimes", conclui.


Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

https://www.youtube.com/watch?v=QX0SoedyGg8

https://www.youtube.com/watch?v=c8IS24dyAfc

https://www.youtube.com/watch?v=wqR4EatvPPk