PUBLICIDADE
Topo

UOL Vê TV #51: Bem dosada, parceria entre Ana Maria Braga e Tom Veiga é insubstituível

Colaboração para Splash, em São Paulo

04/11/2020 04h00

O assunto mais comentado do universo da TV na última semana é triste, mas obrigatório, pelo impacto que teve em todos os lares onde há uma televisão: a morte de Tom Veiga, o ator que dava vida ao Louro José no Programa "Mais Você", apresentado por Ana Maria Braga.

No podcast UOL Vê TV #51 Chico Barney, Débora Miranda e Mauricio Stycer comentam o raro fenômeno que foi um fantoche ter interagido tão bem com a apresentadora por mais de 20 anos (assista no vídeo acima a partir de 00:41).

Na análise de Débora, a química entre eles era muito rara. "Eles formavam uma dupla muito equilibrada. O Louro fazia uma oposição ao estilo mais sério da Ana e ao mesmo tempo ele era adorável, tinha muito carisma. Foram duas décadas juntos, e pouco a pouco uma ideia que era tão simples se tornou essencial no programa."

Chico Barney destaca o trabalho autoral. "O trabalho do Tom Veiga era esculpido de maneira bem-feita e ao longo de muito tempo de um jeito único. Não dá para outra pessoa assumir o cargo do Louro José."

"Vem de um período da TV brasileira em que isso se transformou numa moda", completa o colunista do UOL. "Ratinho com Xaropinho, Palmirinha com seu amiguinho. Uma série de personagens interagindo com adultos com essa pegada mais lúdica, uma válvula de escape no dia a dia."

Stycer lembra que se tratava de uma dupla menos engessada. "Está ligado a essa ideia de uma TV que ainda permite um texto um pouco menos padronizado, às vezes imprevisível, inesperado. Foi uma relação que se construiu e o público acompanhou isso. Ele foi se aperfeiçoando e vendo até onde ele podia brincar e não podia. É um cara que fazia piada há 20 anos na TV e nunca foi cancelado."

Sintonia

"A Globo não colocaria outra pessoa fazendo o Louro José", opina Débora. "Não cabe. Se ele tivesse saído de outra forma, se aposentado, mas da forma como aconteceu, com essa comoção tão grande, acho pouco provável ter um substituto."

A sintonia entre o Louro José e Ana Maria Braga era tão forte que quando eles saíam de férias eles saíam juntos e entravam dois substitutos, lembra Barney. "É interessante reforçar que fazer o Louro José não é simplesmente imitar a voz. Tem toda a relevância cultural. Não acho que seja algo replicável em escala."

Os apresentadores ainda falam sobre a cobertura da mídia a respeito da morte de Tom Veiga e a postura de Ana Maria Braga no primeiro programa sem o Louro José.

Xuxa, 'A Fazenda' e mais

A entrevista de Xuxa ao "Fantástico", o reality show "A Fazenda", o futuro de Lívia Andrade pós-SBT e as especulações acerca do "BBB21" também estão na pauta do programa.

Você pode ouvir o programa UOL Vê TV no Spotify, no Apple Podcasts ou em outros aplicativos de podcasts. No YouTube, a gravação do programa também é transmitida em vídeo.