PUBLICIDADE
Topo

'Virgin River' deixa muitas pontas soltas e entrega sua pior temporada

Jack Sheridan (Martin Henderson) e Mel Monroe (Alexandra Breckenridge) em cena da terceira temporada da série "Virgin River", da Netflix - Divulgação/Netflix
Jack Sheridan (Martin Henderson) e Mel Monroe (Alexandra Breckenridge) em cena da terceira temporada da série 'Virgin River', da Netflix Imagem: Divulgação/Netflix

Renata Nogueira

De Splash, em São Paulo

26/07/2021 04h00

Série queridinha do público da Netflix, "Virgin River" teve uma terceira temporada fraca após desfalque no elenco por covid-19 e mudanças no roteiro. Conflitos iniciados na temporada anterior continuam sem solução e somente a morte de um dos personagens salva os novos episódios.

Divulgação/Netflix

Virgin River - 3ª temporada

Lançamento: 2021 Duração: 10 eps Pais: Estados Unidos Roteiro: Sue Tenney (baseado nos livros de Robyn Carr)
splash
3,6 /5
ENTENDA AS NOTAS DA REDAÇÃO

"Virgin River", série conforto da Netflix que salvou muita gente da aflição durante a pandemia, ganhou sua terceira temporada no começo de julho. Clima frio, férias, famílias em casa, parecia o clima perfeito para a chegada dos novos episódios da novelinha que se passa numa fictícia cidade paradisíaca.

Mas no lugar das respostas que os fãs esperavam, a série entregou um roteiro confuso com novos personagens e novas histórias, sem solucionar praticamente nenhuma das pontas soltas que havia deixado no final da segunda temporada.

Justiça seja feita, a pandemia atrapalhou a produção. A criadora da série, e também roteirista, Sue Tenney, se viu sem uma de suas principais personagens, Hope (Annette O'Toole), a prefeita da cidade.

Por causa da pandemia de covid-19 e por ser grupo de risco, sua intérprete, a atriz Annette O'Toole, de 69 anos, não pode acompanhar a equipe, que gravou no Canadá. Ela só conseguiu participar da série de forma remota, com cenas em que surge em videochamadas.

A ausência de uma das protagonistas das outras duas temporadas virou um desafio para a equipe de roteiristas, que —como contou Tenney à Entertainment Weekly— já tinha reservado dois dos dez episódios para a festa de renovação de casamento dela com o médico da cidade, Doc Mullins (Tim Matheson). Não aconteceu.

charmaine - Divulgação/Netflix - Divulgação/Netflix
Grávida de Jack, Charmaine apresenta seu novo namorado, Todd
Imagem: Divulgação/Netflix

Para quem esperava o nascimento do casal de gêmeos de Jack (Martin Henderson) e Charmaine (Lauren Hammersley) outro banho de água fria. A cabeleireira, que sofreu com uma gravidez de risco ao longo de toda a segunda temporada, continua grávida a terceira temporada toda, e quase sem barriga! Surreal.

Para complicar ainda mais a situação do ex-casal, um novo personagem aparece: Todd (Patrick Sabongui). O advogado surge de repente, logo fica noivo de Charmaine e tenta afastá-la de Jack, o pai das crianças. Mais um conflito que só deve ser solucionado na próxima temporada.

Enquanto situações se estendem, outras que poderiam ser melhor exploradas passam como um furacão. O gran finale da segunda temporada, o atentado à Jack dentro de seu próprio bar, segue sem solução. Sua recuperação após levar um tiro é mal explorada e o público só sabe que três semanas se passaram e que o estresse afetou a memória do bonitão.

Outra personagem que surge é Brie (Zibby Allen), irmã de Jack. Uma novidade interessante, já que ela chega para trazer mais informações sobre o passado do solitário dono do bar da cidade. Só que a temporada acaba sem o público entender como e por que ela chegou ali.

velorio - Divulgação/Netflix - Divulgação/Netflix
Principal acontecimento da terceira temporada de Virgin River é a morte de um dos personagens
Imagem: Divulgação/Netflix

De memorável fica apenas a morte de uma das pessoas mais queridas da cidade. A passagem é retratada com a delicadeza que combina com a série e o funeral fica como um dos únicos marcos da esquecível terceira temporada. Apesar dos pesares, "Virgin River" segue no top 10 entre os mais assistidos da Netflix há três semanas.

Com uma terceira temporada confusa e cheia de pontas soltas, a série de Sue Tenney ainda pode se salvar com a curiosidade de quem conseguiu chegar até o final dos dez capítulos. Mais uma vez, dois grandes acontecimentos ficam reservados ao episódio final e deixam acessa a expectativa dos fãs para a quarta temporada, ainda sem data.