PUBLICIDADE
Topo

Encontram evidências de nove neandertais em caverna na Itália

08/05/2021 13h48

Roma, 8 Mai 2021 (AFP) - Cientistas encontraram os restos fósseis de nove neandertais em uma caverna na Itália, uma descoberta importante no estudo dos primeiros colonos da região, informou o Ministério da Cultura.

Os restos mortais foram encontrados na Gruta Guattari, em San Felice Circeo, na costa entre Roma e Nápoles, e acredita-se que sejam adultos, embora um possa ser de menor.

Oito deles têm entre 50.000 e 68.000 anos, enquanto o mais velho pode ter 90.000 a 100.000 anos, afirmou o ministério em um comunicado.

O Ministro da Cultura, Dario Franceschini, destacou o ocorrido como "uma descoberta extraordinária que fará com que as pessoas falem em todo o mundo".

Francesco Di Mario, que liderou a escavação, explicou que os restos mortais representam uma população de neandertal que seria numerosa na área.

Por sua vez, o diretor de antropologia, Mario Rubini, comentou que a descoberta vai lançar "uma luz importante sobre a história da colonização da Itália".

"O Neandertal é um período fundamental na evolução humana, representando o ápice de uma espécie e a primeira sociedade humana", explicou Rubini.

As descobertas surgiram após o início das investigações em outubro de 2019, na Gruta Guattari, encontrada acidentalmente por um grupo de trabalhadores em fevereiro de 1939.

Escavações recentes também encontraram milhares de ossos de animais, particularmente hienas e outros animais que teriam caçado e trazido para a caverna para se alimentar.

Existem restos de grandes mamíferos, como elefantes, rinocerontes, veados gigantes, ursos e cavalos selvagens.

ar/jz/ma/mes/me/bn