Conteúdo publicado há 10 meses

Condenados pela morte do filho de Cissa Guimarães se entregam à Justiça

Rafael e Roberto Bussamra, condenados pelo envolvimento na morte de Rafael Mascarenhas, foram presos ontem, 13 anos após o atropelamento.

Rafael cumprirá sentença de sete anos de prisão em regime fechado e mais cinco anos e nove meses em semiaberto. Ele foi condenado por homicídio culposo, além de dirigir em área fechada para tráfego e deixar o local sem prestar socorro após atropelar Rafael Mascarenhas.

Roberto Bussamra, pai de Rafael, cumprirá oito anos em regime fechado e nove meses em semiaberto. Ele pagou propina aos policiais que liberaram o carro e Rafael após o acidente.

Os dois se apresentaram à Vara de Execuções Penais do Rio de Janeiro. De lá, foram levados à Carceragem do TJRJ e, em seguida, à 5ª Delegacia de Polícia e ao Sistema Penitenciário.

Relembre o caso

No dia 20 de julho de 2010, Rafael Mascarenhas, filho de Cissa Guimarães e Raul Mascarenhas, foi atropelado por Rafael Bussamra no Túnel Acústico, extensão do Túnel Zuzu Angel, na Zona Sul do Rio de Janeiro

Rafael, de 18 anos, andava de skate com dois amigos no túnel interditado quando o carro passou em alta velocidade

O filho de Cissa Guimarães foi levado ao hospital com vida, mas morreu na manhã do dia seguinte

Rafael Bussamra chegou a ser detido, mas não foi levado à delegacia porque prometeu que seu pai, Roberto Bussamra, pagaria uma propina aos policiais militares — em depoimento, ele afirmou que o valor seria de R$ 10 mil.

Deixe seu comentário

Só para assinantes