PUBLICIDADE
Topo

Moonlight, Glee e mais: 10 filmes e séries sobre diversidade nos streamings

Celebre o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ com dez produções disponíveis nos serviços de streaming - MesquitaFMS/Getty Images/iStockphoto
Celebre o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ com dez produções disponíveis nos serviços de streaming Imagem: MesquitaFMS/Getty Images/iStockphoto

Karina Hollo

Colaboração para Splash

28/06/2022 04h00

O campo das artes sempre foi um dos primeiros a abrir espaço para questões de minorias, desigualdades e sua visibilidade. Em tempos de crescimento veloz dos serviços de streaming, filmes e séries para serem vistos a qualquer momento vêm somando nas discussões de sexualidade, gênero e direitos civis.

Nesse 28 de junho, Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, relembramos algumas produções audiovisuais recentes e marcantes que fizeram grande sucesso ao abordar relações entre pessoas do mesmo sexo, assim como as barreiras, as violências e os preconceitos em torno delas.

Biográficas ou ficcionais, essas obras estão disponíveis em plataformas pagas como Amazon Prime Video HBO Max, Netflix, STAR+ e UOL Play.

Para comemorar e refletir, veja a seguir uma seleção de dez títulos internacionais, considerados clássicos e também pioneiros no tema.

Prepare a pipoca, reveja séries e filmes que você já conhece ou se entregue ao que novidade e você está descobrindo agora.

Moonlight - Sob a Luz do Luar

Disponível no Prime Video, HBO Max e Netflix

Moonlight - Sob a Luz do Luar - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

O drama conta a história de um jovem negro e homossexual em três fases de sua vida, da infância à vida adulta, com foco nas relações humanas e no autoconhecimento na luta para encontrar seu lugar no mundo enquanto cresce num bairro violento de Miami (EUA). Vencedor de três Oscar (inclusive de melhor filme), seu elenco é formado por nomes como Mahershala Ali, Trevante Rhodes, Ashton Sanders, Alex Hibbert, Naomie Harris, Janelle Monáe, Andre Holland e Jharrel Jerome.

Bohemian Rhapsody

Disponível na Netflix e no STAR+

Bohemian Rhapsody - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

O filme de 2018 é baseado na história de vida do superastro Freddie Mercury (vivido por Rami Malek), vocalista da banda inglesa Queen. Ele e seus companheiros Brian May (Gwilyn Lee), Roger Taylor (Ben Hardy) e John Deacon (Joseph Mazzello) mudam o mundo da música para sempre, durante a década de 1970. E os quatro se veem obrigados a encarar o desafio de conciliar a fama e o sucesso com suas vidas pessoais, incluindo o resultado positivo de Mercury para HIV.

O Jardim Suspenso

Disponível no UOL Play

O Jardim Suspenso - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

O longa de 1997 com Sarah Polley, Thom Fitzgerald, Louise Garlfield e Arnie Gelbart conta a história de William, um jovem que já foi obeso e deprimido, mas consegue superar sua adolescência traumática quando muda de cidade e se assume gay. Segundo filme do diretor americano Thom Fitzgerald, venceu o prêmio de Melhor Roteiro no Festival de Mar del Plata 1997.

Glee

Disponível na Netflix

Glee - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

É praticamente impossível não conhecer "Glee". Certeza que você já ouviu falar da série que estreou em 2009 e mostra um grupo de cantores que sofrem bullying, mas confiam uns nos outros para debater todo tipo de preconceito e sobreviver ao ensino médio. Nos episódios, casais gays jovens mostram que a homossexualidade não é "uma fase". Vale maratonar da primeira à sexta e última temporada, que foi ao ar em 2015, dessa produção importante na representatividade LGBT+.

Euphoria

Disponível na HBO MAX

Euphoria - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Outra série blockbuster — a mais assistida na HBO até março de 2022 —, "Euphoria" tenta ser um painel honesto sobre a adolescência. A trama acompanha a história de Rue (Zendaya), uma jovem que acabou de sair da reabilitação por conta de seu vício em drogas. Sua vida muda quando ela se apaixona pela nova moradora da cidade, Jules (Hunter Schafer). Aos poucos, começa uma relação amorosa com ela. As duas combinam de viajar juntas, mas Rue desiste e acaba ficando em casa, onde recai e tem alucinações. A história espelha as angústias das novas gerações e também os perigos a que elas estão sujeitas.

Feel Good

Disponível na Netflix

Feel Good - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

A série britânica curtinha (são só 6 episódios de 25 minutos cada um) é considerada pelos críticos uma das melhores séries originais da Netflix. A trama acompanha uma comediante de stand-up que se envolve em um relacionamento com uma mulher (que encontra na plateia de um dos shows), enquanto se recupera do seu vício em drogas. Uma história sobre amor, descobrimentos, uma espécie de biografia da própria protagonista, Mae Martin.

A Morte E Vida De Marsha P. Johnson

Disponível na Netflix

A Morte E Vida De Marsha P. Johnson - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Documentário sobre o legado político deixado por Marsha P. Johnson, a estrela da TV americana e lendária figura do gueto gay de Nova York, conhecida por muitos como a "Rosa Parks do mundo LGBT". Ao lado de Sylvia Rivera, Marsha foi a responsável por fundar a Transvestites Action Revolutionaries, um grupo de ativistas trans do país. A produção retrata um pouco da realidade vivida e sofrida por transgêneros, destacando todos os crimes de ódio — desde atentados às suas dignidades sexuais, honra e imagem, até seus homicídios.

Me Chame Pelo Seu Nome

Disponível no Prime Video, Netflix e UOL Play

Me Chame Pelo Seu Nome - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Timothée Chalamet vive Elio, único filho da família Perlman. Durante um verão na casa de seus pais, tudo muda com a chegada de Oliver (Armie Hammer). Baseado no romance homônimo escrito pelo egípcio André Aciman, Elio e Oliver declaram não mais pertencerem apenas a si mesmos, mas, a partir daquele instante, um ao outro, numa sensível análise a respeito de amor e perda, liberdade e confiança, tendo como ponto de partida a atração entre os dois.

Orange Is The New Black

Disponível na Netflix

Orange Is The New Black - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Com sete temporadas, a série "Orange is the New Black" conta a história de Piper Chapman, presa por tráfico de drogas. Na cadeia, ela reencontra uma ex e conhece outras presas, em um drama com pitadas de comédia, mostrando a realidade de mulheres e da comunidade LGBT, dentro e fora das penitenciárias, a importância da diversidade, do empoderamento feminino e da visibilidade LGBT.

Heartstopper

Disponível na Netflix

Heartstopper - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

No mundo inteiro, "Heartstopper" liderou as tendências do Twitter por várias semanas, catapultando Kit Connor e Joe Locke, os protagonistas, ao status de celebridade com o número de seguidores no Instagram explodindo, chegando 3,4 milhões (Connor) e 2,5 milhões (Locke). No TikTok, #heartstopper acumulou mais de 4,3 bilhões de visualizações. A série acompanha Charlie Spring (Joe Locke) e Nick (Kit Connor), que se conhecem no ensino médio. Charlie é um bom aluno que sofre bullying na escola desde que se assume gay. Nick é super popular e jogador de rúgbi. Quando a amizade entre os dois se transforma em romance, eles precisam encarar essa autodescoberta e aceitação, apoiando um ao outro. Baseada nos quadrinhos publicados na internet e que se tornaram uma série de livros da autora Alice Oseman.

O UOL pode receber uma parcela das vendas pelos links recomendados neste conteúdo. Preços e ofertas da loja não influenciam os critérios de escolha editorial.