Topo

Anitta diz que foi ameaçada por comentar política, mas que não tem medo

Anitta diz que, por causa das ameaças, não contou a ninguém da última vez que veio ao Brasil Imagem: Kevin Mazur/Getty Images for Coachella

De Splash, em São Paulo

27/05/2022 15h28

Desde que começou a expressar publicamente suas opiniões sobre política, Anitta se envolveu em brigas com nomes importantes do governo Bolsonaro, como o ex-ministro Ricardo Salles e o próprio presidente.

Em entrevista a J Balvin na revista Interview, a cantora afirma: "Minha família tem um pouco de medo. Eu fui ao Brasil nessa semana e não contei a ninguém, por causa de algumas ameaças que tenho recebido".

"Estou muito ativa neste ano, com a chegada das eleições. Eu quero que esse país mude e não tenho medo. Eu falo para a minha família: não se preocupem, se eu morrer, vou voltar e assombrá-los", brincou Anitta.

Ela comentou as interações com o presidente e disse acreditar que isso seja parte da estratégia eleitoral dele: "Ele me odeia! Ele já disse com todas as letras. Mas agora eu entendo que a estratégia dele é usar o meu nome para criar engajamento online, e não vou deixá-lo fazer isso. Então eu evito dizer seu nome. Eu o chamo de Voldemort".

Questionada sobre se pretende ser presidente um dia, Anitta negou: "Espero que o Brasil esteja em boas mãos e que não me chamem. Antes de me envolver com política, eu nunca soube como as pessoas podem ser más. É muito triste que o poder deixe as pessoas cegas".

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Anitta diz que foi ameaçada por comentar política, mas que não tem medo - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL