PUBLICIDADE
Topo

Mulher de Bruce Willis desabafa sobre sua saúde mental após afasia do ator

Emma Heming desabafa sobre sua saúde mental após diagnóstico de afasia do marido, Bruce Willis - Reprodução/Instagram
Emma Heming desabafa sobre sua saúde mental após diagnóstico de afasia do marido, Bruce Willis Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para Splash, no Rio de Janeiro

20/05/2022 08h50

Emma Heming Willis, esposa do ator Bruce Willis, abriu o coração para falar sobre os cuidados com o marido após diagnóstico de afasia. A modelo admite que não está tão fácil cuidar do artista, além das duas filhas do casal, Mabel, de 10 anos, e Evelyn, de oito.

"Eu luto para encontrar tempo para o autocuidado todos os dias. Coloco as necessidades da minha família acima das minhas, o que acho que não me torna nenhum tipo de heroína. Essa quantidade de cuidados com todos os outros dentro da minha casa afetou minha saúde mental e minha saúde geral, e não ajudou a ninguém da minha família", desabafou em uma entrevista ao site The Bump.

Ademais, Emma diz que ouviu uma frase recentemente que mexeu com ela: "'Quando você se importa demais com alguém, acaba se cuidando de menos'. Isso me impactou e realmente ressoou comigo", confessa.

A modelo também comenta que não se considera uma mãe perfeita, mas passou a respeitar as suas próprias necessidades para que sua saúde não fosse abalada, de uma forma geral. Por isso, começou a se exercitar. "É um momento em que posso me desconectar e fazer algo que sei que me faz sentir bem no geral. Acho que é importante encontrar aquela coisa que te faz sentir bem e começar a partir daí", explica, por fim.

Afasia

Segundo artigo do Hospital Albert Einstein, o distúrbio altera a capacidade dos pacientes de se comunicar de forma adequada e pode afetar as seguintes funções: capacidade de falar ou se expressar verbalmente; compreensão da linguagem verbal; compreensão da linguagem escrita (leitura) e a capacidade de escrever.

Entre as causas da afasia estão várias doenças neurológicas, como o AVC (Acidente Vascular Cerebral). O distúrbio também pode se instalar de forma gradual se relacionado a tumores cerebrais ou a doenças degenerativas como o Alzheimer.