PUBLICIDADE
Topo

Murilo Huff lembra motivo do fim do namoro com Marília Mendonça

 Murilo Huff postou um vídeo ao lado de sua avó e lamentou a triste perda em sua família   - Grupo CARAS
Murilo Huff postou um vídeo ao lado de sua avó e lamentou a triste perda em sua família Imagem: Grupo CARAS

Colaboração para Splash, no Rio de Janeiro

27/01/2022 22h26

Murilo Huff, de 26 anos, lembrou hoje o término do namoro com Marília Mendonça, que morreu há dois meses em um acidente aéreo em Piedade de Caratinga, em Minas Gerais. O sertanejo disse que os dois brigavam muitas vezes e por motivos "besta". Entre idas e vindas, os dois ficaram juntos durante três anos.

"A gente brigava muito, mas muita briga besta. A gente brigava por coisa idiota, só para pirraçar. Sabe aquelas brigas idiotas. E naquela viagem a gente não brigou. Teve umas outras discutidinhas, mas em meia hora resolveu e foram quase dez dias juntos. E eu já estava com a ideia de dar uma passo para a frente, o Léo já ia fazer dois anos", afirmou o cantor, em entrevista ao podcast PodPah.

Durante a conversa, Murilo lembrou um dos momentos que viveu junto com a cantora. "Cada fase que a gente viveu foi muito necessário, inclusive o nosso último término. Eu até comentei isso em outra entrevista. A gente viajou para o México, foi a nossa última viagem, foi como a nossa despedida, porque foi uma viagem incrível", lembrou ele.

Ao falar sobre ele e Marília, ele parou alguns minutos para respirar e continuar a comentar sobre o relacionamento.

A gente fez essa viagem e foi muito massa e eu pensava que as coisas iam engrenar de vez. Aí a gente chegou de viagem e acabamos terminando por um motivo muito besta, bobo, bobo, bobo. E eu acho que, como a gente já tinha terminado algumas vezes antes, a gente deixou assim. Conversamos e deixamos tudo do jeito que estava.

O sertanejo, antes de falar sobre o término, ele ressaltou a importância do relacionamento para os dois. "Eu não me arrependo de como as coisas aconteceram porque foi muito bom para a gente evoluir, tanto como pessoa, quanto como casal. Mesmo que a gente não estivesse namorando, esse período em que a gente estava junto, ela queria e eu ficava freando, a gente aprendeu muita coisa", contou.

Murilo também lembrou sobre a possibilidade de estar no voo que deixou a sertaneja e mais quatro pessoas. "Eu garanto para você que tinha 90% de chances de eu estar dentro do avião se a gente estivesse junto porque eu não tinha show naquele final de semana e porque era um dos primeiros shows, ela estava retornando a cantar. Quando eu estava à toa, eu sempre acompanhava ela, principalmente nas datas importantes, como era aquele momento", afirmou.

Carreira

No bate-papo, o cantor lembrou como foi o início da sua carreira artística e contou para família que iria trabalhar com música. Ele fazia composição para artistas pequenos do estado de Goiás.

"Falei para meu pai que estava ganhando uma grana já. Eu disse para ele: 'Vou parar de estudar, vou focar na composição. Se der merda, eu volto a estudar daqui um ano'. Eu gostava de estudar, não tinha problema não. Comecei a mostrar minha composição para artista regional pequeno e assim foi...", disse ele.

Ele contou de uma vez que foi na casa do Michel Teló para mostrar suas composições. "Eu fui na casa dele, todo travadão. Tremia mais que vara verde. Eles gostaram e ficaram com três [músicas]. Depois disso vai acontecendo as coisas e artistas vinham procurar", contou.